Terceira Idade: GBTOURS dá dicas para viajar com idosos

Busca por qualidade de vida alavanca vendas de viagens a pessoas acima dos 60 anos

 

 

Dados do IBGE apontam que mais de 23 milhões de brasileiros já chegaram aos 60 anos de idade. Trata-se de uma parcela significativa da população brasileira. Outro fato importante é que estudos indicam o aumento da longevidade das pessoas ligado à busca por mais qualidade de vida.

 

Hoje em dia há muitas possibilidades para a vida e a idade não é mais limitante. Mas, há cuidados a serem tomados. No caso de viagens, algumas dicas são importantes para não haver surpresas desagradáveis. A GBTOURS, empresa de turismo e intercâmbio, preparou um roteiro para ajudar quem vai viajar na terceira idade, já que as vendas cresceram para esse público.

 

“Muitas pessoas manifestam a preocupação com os idosos da família na hora de escolher um programa de férias. Também já tivemos casos de pessoas que mesmo na terceira idade ainda viajam sozinhos. Nos dois casos é preciso atenção redobrada. Alguns cuidados simples podem fazer a diferença”, destaca Patrícia Van Ostaede, gerente de vendas da GBTOURS.

 

Com a experiência de quase 20 anos no mercado de turismo, ela está atenta às necessidades dos clientes para a melhor experiência nas férias. “Afinal, o importante é a realização do passeio, a alegria e o período de descanso com a família”.

 

Veja as recomendações:

 

Faça um check up no médico de confiança. “A avaliação é fundamental para a tranquilidade tanto do paciente, quanto dos acompanhantes. É o especialista quem vai alertar sobre as possibilidades e fazer a indicação de medicamentos necessários na viagem”, comenta Patrícia.

 

Não esqueça a mala de remédios. “Por melhor que a pessoa esteja, sempre faz uso de um medicamento, seja para controlar a pressão ou para aquela dor de cabeça chata”. Por isso, leve sempre um kit com primeiros socorros com os remédios de uso contínuo e os bons e velhos analgésicos. Repelente, protetor solar, hidratante e outros itens de prevenção também não podem ficar em casa, dependendo do destino. São úteis para toda a família.

 

Programe o local e a duração das férias com base nas características da pessoa. “É preciso estar atento se o idoso está acostumado ou não a viajar ou se consegue ficar muito tempo na mesma posição, por exemplo”, explica Patrícia. Segundo ela, o melhor é começar com viagens menos distantes e mais curtas para não cansar. Também verifique a existência de hospitais e postos de saúde nas proximidades.

 

“A alimentação e hidratação devem ser cuidadosas para evitar surpresas desagradáveis”. Além disso, a orientação da agência é que as paradas devem ser aproveitadas para dar aquela “esticada nas pernas” e alongada para ativar a circulação. Já no local, tome cuidado com comidas e bebidas típicas para não estragar o estômago e castigar o intestino.

 

Inclua o seguro saúde na viagem. “É uma opção a mais para tranquilidade do lazer”, afirma a gerente. O restante é só aproveitar o período e curtir o passeio.

 

Sobre a GBTOURS

A GBTOURS é uma agência com 20 anos de atuação no mercado de turismo nacional e internacional. Atua nos segmentos de viagens corporativas, intercâmbio cultural, programas de educação executiva e viagens a lazer. Tem unidades em Campinas e Belo Horizonte.

Telefones (31) 3296-2567 e (19) 3515-8033

contato@gbtours.com.br

Comentários