São Paulo vence Palmeiras em casa e acaba com tabu de 12 jogos


O São Paulo enfim quebrou uma sequência de 12 clássicos sem uma vitória sequer ao derrotar o Palmeiras pelo placar de 1 a 0, em partida realizada na tarde deste domingo. A equipe de Palestra Itália, por sua vez, ficará mais um ano sem vencer o rival no Campeonato Brasileiro dentro do Morumbi, acumulando 15.

Com o resultado, o Palmeiras acaba deixando o G4 e fica no meio da tabela com seis pontos. É a segunda derrota do time fora de casa. O São Paulo pula para sexto com sete.

Marcando com todos os jogadores atrás da linha do meio de campo, o Palmeiras apostou no contra-ataque e foi logo perdendo uma chance incrível de abrir o marcador. Zé Roberto roubou a bola no campo defensivo, foi até a linha de fundo e cruzou para Alecsandro. O atacante cabeceou à queima-roupa de Denis e parou na boa defesa do goleiro.

O Palmeiras seguiu apostando pelos lados de campo. E foi justamente aí que criou outra chance de perigo. Jean subiu pela direita e cruzou rasteiro. Gabriel Jesus se enrolou com o zagueiro do São Paulo e não chegou para empurrar. A resposta veio aos nove minutos. Alan Kardec tocou de calcanhar para Centurión. Vitor Hugo chegou na cobertura e facilitou a vida de Fernando Prass.

Na segunda tentativa, o São Paulo abriu o marcador. Kelvin avançou em velocidade, tabelou com Thiago Mendes e abriu Bruno pelo lado direito. O lateral cruzou, a bola quicou, encobrindo Thiago Martins, e foi na cabeça de Paulo Henrique Ganso, que só tirou de Fernando Prass para fazer 1 a 0.

Depois do gol, o Palmeiras parou e não conseguiu mais ameaçar o goleiro Denis. A equipe de Palestra Itália ficou nos lampejos de Dudu. O meia deu um belo chapéu em Wesley, enquanto o São Paulo jogava na inteligência de Paulo Henrique Ganso. O camisa 10 credenciou a partida e dava passes precisos. A defesa adversário, porém, conseguiu segurar a pressão.

Cuca fez logo duas substituições para a segunda etapa. Rafael Marques e Moisés entraram e colocaram velocidade na partida. O atacante não demorou para criar a primeira boa chance do Palmeiras ao arriscar da entrada da área para grande defesa de Denis. Com o jogo aberto, o São Paulo também chegou. Ganso tentou o chute, mas Fernando Prass espalmou.

Denis, que vinha salvando o São Paulo, por pouco não entregou o jogo. Moisés chutou, o goleiro defendeu para o meio da área e teve que dividir com Alecsandro para impedir que o Palmeiras marcasse. Depois foi a vez do time da casa ameaçar. Centurión tabelou com Ganso e mandou de cabeça para o milagre de Prass.

O camisa 1 do Palmeiras não demorou para fazer outra grande defesa. Thiago Mendes chutou de longe. Prass se esticou todo para pegar. Na sequência, após cobrança de escanteio, Maicon testou firme e viu o goleiro buscar novamente. O zagueiro ainda teve um gol anulado pela arbitragem logo depois. Depois foi só administar para assegurar o triunfo.

Na próxima rodada, o São Paulo visita o Figueirense na quarta-feira, às 21h45, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. O Palmeiras entra em campo na quinta-feira, às 21h, diante do Grêmio, no Allianz Parque, em São Paulo.

FPF

Comentários