Variedades

Qual o legado deixado pelo 8º Fórum Mundial da Água para as Bacias PCJ e a gestão de recursos hídricos do Brasil?

O tema será debatido em encontro do Consórcio PCJ que acontece nessa terça-feira (17), em Rio Claro (SP)

O Consórcio PCJ ao lado da Agência das Bacias PCJ e Comitês PCJ, através da Câmara Técnica de Educação Ambiental (CT-EA), realizará amanhã, dia 17 de abril, o Encontro Pós Fórum Mundial da Água, que pretende discutir os temas mais importantes e impactantes para a gestão de recursos hídricos e, em especial, para as Bacias PCJ. O evento acontecerá das 10h às 13h no auditório do Núcleo Administrativo Municipal (NAM), na cidade de Rio Claro (SP).
O Encontro está dividido em duas etapas, sendo a primeira parte composta pela apresentação dos consultores do Consórcio PCJ que participaram do Fórum, Adriana Braga e Antônio Eduardo Giansante, que explanarão sobre as experiências nacionais e internacionais debatidas no evento; a segunda etapa do encontro contará com uma mesa redonda composta pelos consultores, complementada com as participações de Malu Ribeiro da SOS Mata Atlântica, Ana Lúcia Floriano da CT-EA, João Demarchi do Instituto de Zootecnia de Nova Odessa (SP), e Francisco Lahóz, secretário Executivo do Consórcio PCJ. Todos debaterão sobre a importância do Fórum Mundial da Água e os resultados deixados pela realização do maior evento sobre água no planeta.
Para nortear as discussões, os organizadores elaboraram as seguintes questões a serem respondidas e discutidas pelos integrantes da mesa redonda: Como foi a participação das Bacias PCJ no 8º Fórum Mundial da Água? A proposta de debater o tema “Compartilhando Água” e seus desdobramentos foi de fato atingida? Esse foi o maior Fórum da história, como transformar esses números em maior participação nas discussões sobre a gestão da água?
O 8º Fórum Mundial da Água aconteceu de 17 a 23 de março, em Brasília (DF), e contou com a participação 120,2 mil pessoas de 172 países diferentes. Destas, 109,6 mil visitaram a Vila Cidadã e a Feira Técnica realizados no Estádio Nacional “Mané Garrincha”; e 10,6 mil são congressistas que participaram das mais de 300 sessões do Centro de Convenções Ulysses Guimarães e visitaram a Expo.
Foram produzidos 10 documentos oficiais: a Conferência de Juízes e Promotores elaborou o documento “A Carta de Brasília”; o Instituto Global do Ministério Público elaborou a “Declaração do Ministério Público sobre o Direito à Água”, que foi assinada por nove países; na Conferência Parlamentar, 134 parlamentares de 20 nações produziram como documento final o “Manifesto dos Parlamentares”; a Conferência de Ministros contou com 56 ministros e 14 vice-ministros de 56 países, que aprovaram a declaração intitulada “Chamado urgente para uma ação decisiva sobre a água”; autoridades locais e regionais lançaram o “Chamado para Ação de Governos Locais e Regionais sobre Água e Saneamento de Brasília”; o Processo Regional contou com a participação de cerca de 330 panelistas que produziu uma Mensagem  endereçada ao Fórum e à toda a Sociedade; o Processo Temático contou com 95 sessões, coordenadas por 430 organizações, nas quais foram discutidos objetivos para serem levados ao Senegal em 2021 e metas até 2030 envolvendo os temas Clima, Pessoas, Desenvolvimento, Urbano, Ecossistemas, Finanças, Compartilhamento, Capacitação e Governança; o Processo Fórum Cidadão produziu o documento intitulado “10 Princípios”, que passam a fazer parte dos debates do Fórum Cidadão de agora em diante; o Grupo Focal de Sustentabilidade elaborou a “Declaração de Sustentabilidade”; e no âmbito do setor privado, foi firmado o “Compromisso Empresarial Brasileiro para a Segurança Hídrica”. Todos esses documentos estão disponíveis no site oficial do Fórum, em www.worldwaterforum8.org.
Antes de Brasília, foram realizadas sete edições do Fórum Mundial da Água: As sete edições anteriores foram realizadas em Marrakesh (Marrocos, 1997), Haia (Holanda, 2000), Kyoto (Japão, 2003), Cidade do México (México, 2006), Istambul (Turquia, 2009), Marselha (França, 2012) e Gyeongju e Daegu (Coreia do Sul, 2015).
O Encontro Pós Fórum é uma iniciativa do Consórcio PCJ e parceiros com o objetivo de divulgar as experiências apresentadas no evento, ao mesmo passo que pretende fazer uma reflexão com a comunidade das Bacias PCJ sobre quais inciativas podem ser replicadas e aperfeiçoadas na gestão da água da região e do Brasil.
Para participar é necessário fazer a inscrição gratuita pela internet no link:https://goo.gl/forms/qXMpPUnuc6XetWyy1. Está prevista a participação de prefeitos, universitários, técnicos de secretarias de meio ambiente, educação e obras, Ministério Público, profissionais de autarquias e serviços de água e esgoto, ONGs, entre outros atores envolvidos na gestão da água nas Bacias PCJ.
A imprensa não precisa fazer inscrição de participação on line, apenas é necessário confirmar presença pelo telefone (19) 3475 9408, da Assessoria de Comunicação do Consórcio PCJ, com Gabriela ou Pedro.
Programação
10h – Abertura oficial
10h15 – Apresentação Experiências Nacionais em Gestão da Água e Ambiental – por: Adriana Braga
10h30: Apresentação Experiências Internacionais – por: Antonio Eduardo Giansante
10h45: Mesa Redonda – Resultados do 8o Fórum
12h30: Encerramento
SERVIÇO
Encontro Pós Fórum Mundial da Água
Data: Terça-feira (17/04/2018)
Horário: das 10h às 13h
Local: Núcleo Administrativo Municipal (NAM)
Endereço: Rua Dr. Elói Chaves (Rua 6, entre as avenidas 42 e 48), número 342, Bairro Alto do Santana, em Rio Claro (SP)
Sobre o Consórcio PCJ:
O Consórcio PCJ, fundado em 1989, é uma associação civil de direito privado, composta por 42 municípios e 29 empresas associados, que atua como uma agência de fomento, planejamento e sensibilização, com o objetivo de recuperar e preservar os mananciais, além de discutir a implementação de políticas públicas voltadas à gestão da água. A entidade é referência nacional e internacional na gestão de recursos hídricos, sendo membro de importantes entidades internacionais, como: O Conselho Munidial da Água, a Rede Internacional de Organismos de Bacias (Riob), a Rede Latino-Americana de Organismos de Bacias (Relob) e a Rede Brasil (Rebob).
Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br