O colesterol e o risco de doenças

O Colesterol é uma substância orgânica que faz parte de todas as gorduras animais, este opera como precursor na síntese de vitamina D. O colesterol está relacionado com os hormônios sexuais, originadas das gônadas e os hormônios do córtex glandular.

Quando o colesterol aumenta no sangue acima dos níveis estabelecidos como normais, se origina uma doença de nome hipercolesterolemia. Não obstante, devemos considerar que, embora o colesterol funciona como o fator de risco mais significativo das doenças cardiovasculares em pacientes com menos de 50 anos, coexistem outros fatores de risco cardiovascular, como a hipertensão, a diabetes, a obesidade, entre outros.

Há uma estreita relação entre os níveis de colesterol no sangue, os níveis de outras gorduras ou lipídios e o desenvolvimento da Aterosclerose, doença involutiva da parede das artérias, levando ao seu endurecimento. Nesta doença, as placas que têm colesterol estão localizados nas paredes das artérias, especialmente as de pequeno e médio tamanho, comprimindo seu diâmetro interno e o fluxo de sangue.O fechamento total das artérias, o que poderia ocorrer nas artérias coronárias induzindo um infarto do coração, se desenvolve em locais onde as paredes arteriais foram colocados duras como sequência destas placas.

Embora muitos alimentos, especialmente leite e a gordura da carne, contêm colesterol, o organismo também condensa a partir de substâncias livres de colesterol. No entanto, as pesquisas indicam que uma alimentação rica em colesterol, produz no sangue níveis perigosamente altos de colesterol, também de gorduras e lipídios relacionados com ele. Há provas que demonstram de uma forma definitiva que os pacientes com esses níveis são mais propensos a sofrer de arteriosclerose e infartos do que os que têm baixos níveis.

Fonte: www.fmecanoas2014.com.br

Comentários