Mini Wedding é tendência para casamentos em 2018

Eventos com a participação de até 80 convidados pode ser opção para quem quer fazer uma festa mais enxuta

 

Com a crise econômica, os últimos dois anos foram mais difíceis para o mercado de festas e casamentos. Houve uma retração geral econômica no pais, e o mercado de eventos não ficou isento de seus efeitos.

Por outro lado, curiosamente, essa retração levou a um aumento da criatividade dos brasileiros que desejam realizar uma festa, mas tiveram o orçamento encurtado.

“Uma tendência desse movimento é a realização de mini weddings, para entre 50 e 80 convidados, mas mantendo a qualidade do evento”, explica Ricardo Dias, presidente da Abrafesta (Associação Brasileira de Eventos).

Os mini weddings podem levar à contratação de um buffet sofisticado, decorações mais arrojadas e uma produção personalizada, em ambientes menores, como por exemplo, em residências ou em fazendas para celebrar esse importante momento.

Ainda levando em conta a alternativa para a realização de festas mais enxutas, a Abrafesta alerta para os riscos envolvidos na contratação de empresas para a realização do evento, e também para a guerra de preços.

“É preciso tomar muito cuidado com os valores, pois o barato pode sair caro. O indicado é procurar por profissionais conhecidos, jamais contratar um prestador de serviço sem CNPJ, analisando cuidadosamente o contrato, para não ser pego de surpresa. É possível notar ainda que o mercado ficou mais seletivo, então quem cultiva a qualidade da entrega está colhendo os frutos”, diz.

Sobre a ABRAFESTA:

A ABRAFESTA (Associação Brasileira de Eventos) atua desde 2009 certificando e estruturando o mercado de festas, casamentos e eventos. Seus associados recebem orientações sobre inovações no setor, adoção das melhores práticas, importância da qualidade e da capacitação permanente. A associação reúne as mais prestigiadas empresas do segmento e trabalha para fortalecer cada vez mais o crescente mercado de eventos no Brasil, que em 2016 movimentou R$ 17 bilhões, segundo pesquisa encomendada pela Abrafesta ao Instituto Locomotiva.

Comentários