RMC

Investimentos em tecnologia tornam rodovias do Sistema Anhanguera-Bandeirantes inteligentes


Neste domingo, 1º de maio, CCR AutoBAn completa 18 anos de administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes. Modernização do Centro de Controle Operacional, por meio da instalação de equipamentos eletrônicos, está entre os benefícios da concessão

Graças a uma série de recursos tecnológicos instalados nas rodovias, o Sistema Anhanguera-Bandeirantes (SAB), administrado pela CCR AutoBAn, é considerada inteligente. Atualmente, 99 câmeras de circuito fechado de TV, em conjunto com um sistema composto por analisadores de tráfego e de velocidade, além de estações meteorológicas instaladas em diversos pontos das rodovias, oferecem um panorama praticamente completo, em tempo real, de tudo aquilo que acontece nos quase 320 quilômetros administrados pela concessionária.

 

Os dados colhidos nos diversos sensores e as imagens obtidas pelas câmeras percorrem uma rede de fibra óptica instalada na rodovia e que possibilitam o monitoramento, a partir do Centro de Controle Operacional (CCO), em Jundiaí, de quase 100% do Sistema Anhanguera-Bandeirantes, de onde os colaboradores da concessionária, decidem, em função do tipo de ocorrência, quais recursos operacionais destinar para atender às diversas situações que acontecem no cotidiano das rodovias. “Hoje, nós visualizamos praticamente tudo o que acontece, desde veículos em pane, acidentes, até ocorrências às margens da rodovia, como princípios de incêndio”, diz a coordenadora do CCO, Neucelia Cevalhos. “O sistema torna nosso atendimento mais ágil e eficaz”, comenta.

 

Este sistema já faz parte da rotina operacional da concessionária há praticamente 16 anos. Mas nem sempre foi assim. A instalação das ferramentas eletrônicas de monitoramento de tráfego, entre as 99 câmeras de circuito fechado de TV, foi um dos benefícios da parceria estabelecida entre o poder público e a iniciativa privada, por meio Programa de Concessões do Estado de São Paulo, que completa neste domingo, 1º de maio, data que marca o aniversário da CCR AutoBAn, 18 anos.

 

Quando assumiu a gestão do Sistema Anhanguera-Bandeirantes, em 1998, o gerenciamento da rodovia era feito completamente sem imagens. Naquela época, o único sistema em funcionamento era o de rádio, que permitia a comunicação entre os agentes do CCO e as equipes de inspeção, que percorrem 24 horas por dia as rodovias. “Não enxergávamos absolutamente nada do que acontecia na rodovia, já que não existiam câmeras de monitoramento. Dependíamos exclusivamente das informações que recebíamos a partir dos colaboradores que estavam na rodovia”, explica Pedro Reinaldo Barbosa, que trabalha no CCO da concessionária há 18 anos.

 

As ocorrências, conta o agente Donizetti Aparecido Pinto – também há 18 anos na função -, eram anotadas em folhas de papel, ao contrário dos modernos sistemas que atualmente registram todos os eventos em andamento na rodovia, com informações sobre as equipes e viaturas em atendimento. “Tínhamos apenas uma ficha, onde anotávamos as informações básicas da ocorrência, e um mapa impresso, que servia para localizar o evento”, conta. “Atualmente, nossos sistemas mostram todos os eventos em atendimento, inclusive aquelas viaturas que estão em deslocamento, e permitem que tenhamos uma visão clara dos recursos disponíveis para atendimento”, completa Donizetti.

 

Outro aspecto importante – a comunicação com os usuários – também não era realizada. Antes da CCR AutoBAn assumir a administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes, não havia nenhum Painel de Mensagem Variável (PMV) instalado na rodovia. “Hoje a rodovia conta com 28 painéis eletrônicos, que permitem, em tempo real, informar os usuários sobre condições de tráfego na rodovia, a partir do que visualizamos nas câmeras. Isto contribui para a fluidez e segurança do tráfego”, diz Neucelia Cevalhos.

 

Para o gestor de Atendimento da concessionária, Odair Tafarelo, a modernização do Centro de Controle Operacional, por meio da instalação de recursos tecnológicos, é peça-chave para a garantia de um atendimento ágil e eficaz aos usuários da rodovia. “Além de permitir enxergarmos tudo o que acontece no Sistema Anhanguera-Bandeirantes, por onde circulam aproximadamente 850 mil veículos por dia, as ferramentas nos dão um panorama do comportamento do tráfego, fundamental no planejamento e na execução de medidas para garantir o conforto do usuário”, comenta.

 

Desde que assumiu a gestão do Sistema Anhanguera-Bandeirantes, a CCR AutoBAn já investiu aproximadamente R$ 6,1 bilhões (base julho/2015) em obras e melhorias.

Sobre a CCR AutoBAn

A CCR AutoBAn é responsável, desde 1º de maio de 1998, pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes. A concessionária gerencia 316,8 quilômetros de rodovias, compreendendo a SP-330 (Via Anhanguera), de São Paulo a Cordeirópolis, com extensão de 147,04 quilômetros; a SP 348 (Rodovia dos Bandeirantes), de São Paulo a Cordeirópolis, com 159,67 quilômetros de extensão; a SP-300 (Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto), com extensão de 2,6 quilômetros e a interligação SPI-102/330 (Rodovia Adalberto Panzan), com extensão de 7,44 quilômetros. Foi a quinta concessionária a integrar o Grupo CCR.

 

Sobre o Grupo CCR

Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina. Controla, atualmente, 3.284 quilômetros de rodovias sob a gestão das concessionárias CCR Ponte (RJ), CCR NovaDutra (SP-RJ), CCR ViaLagos (RJ), CCR RodoNorte (PR), CCR AutoBAn (SP), CCR ViaOeste (SP), CCR RodoAnel (SP), Renovias (SP), CCR SPVias (SP) e CCR MSVia (MS). Também faz parte do controle acionário da concessionária ViaRio, responsável pela construção e operação do Corredor Expresso Transolímpica, no Rio de Janeiro. O Grupo CCR atua ainda em negócios correlatos, tendo participação de 34,25% na STP, que opera o serviço de cobrança automática de pedágios e estacionamentos. Além disso, o Grupo CCR está presente  no segmento de transporte de passageiros por meio das concessionárias ViaQuatro, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, responsáveis, respectivamente, pela operação da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, pelo transporte aquaviário de passageiros  no Rio de Janeiro e pelo sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, além de ter participação na concessão do VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos), que interligará a região portuária e o centro do Rio de Janeiro. O grupo ingressou, em 2012, no setor aeroportuário, com a aquisição de participação acionária nas concessionárias dos aeroportos internacionais de Quito (Equador), San Jose (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, a CCR assinou o Pacto Global da ONU e em 2015 faz parte da carteira teórica do ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial – da BM&FBovespa pelo quarto ano consecutivo. Em 2013 e 2014, o Grupo CCR foi escolhido o melhor na categoria infraestrutura pelo Guia Exame de Sustentabilidade.  Emprega, atualmente, cerca de 12 mil colaboradores.

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br