Insegurança – Cariocas mudam para os EUA por causa da violência

“Os cariocas, que amam sua cidade, estão preferindo mudar para outro país, como os Estados Unidos, para fugir dos assaltos, sequestros e de toda insegurança”, afirma Fernando Bergallo, Diretor de Operações de Câmbio da FB Capital.

O Rio de Janeiro é conhecido por suas belas praias, espaços para fazer atividades físicas e seus pontos turísticos. Entretanto, a procura por segurança tem se tornado cada vez mais recorrente, fazendo que os brasileiros saiam do país devido à violência. Os dados sobre os roubos no Rio assustam: De julho a dezembro de 2016, o total de assaltos foi de 68 mil, cerca de 340 assaltos por dia. Em busca de segurança, estabilidade financeira e qualidade de vida, os cariocas deixam o Rio e levam toda a família para os Estados Unidos. Do total de brasileiros que optam por ter um imóvel nos EUA, 53% decidem comprar na região do Sul da Flórida, composta pelas cidades de Miami, Fort Lauderdale e Palm Beach. “Clientes cariocas, que amam sua cidade, estão preferindo mudar para outro país, como os Estados Unidos, para fugir dos assaltos, sequestros e de toda insegurança. E acabam por trocar a qualidade de vida que têm no Brasil por Miami, por exemplo”, comenta Fernando Bergallo, Diretor de Operações de Câmbio da FB Capital.

Fernando Bergallo, Diretor de Operações de Câmbio da FB Capital.

Como diretor de operações, Bergallo tem visto a mudança na atitude de alguns investidores que preferiam ir para a região do Sul da Florida, pelo estilo de vida próximo ao brasileiro e oportunidade de mercado e investimento, mas agora o motivo é outro. “Com a crise brasileira e as inúmeras inseguranças, temos, além do fluxo de pessoas que querem levar o capital para fora do país, para aqueles, que estão vendendo os ativos em razão da insegurança social, a intenção tem sido de morar. O gasto médio de um imóvel é acima de US$ 650 mil e, por causa deste valor, muitos estão optando por uma nova vida no Estados Unidos”, afirma o Diretor de Câmbio da FB Capital, empresa líder de mercado no envio de remessas financeiras para o exterior no segmento imobiliário.

O mercado de imóveis na região de Orlando e Miami tem ficado aquecido não apenas pelos cariocas. Brasileiros, em geral, estão com malas prontas para os condomínios e prédios que existem na América. O volume de transações imobiliárias feitas por brasileiros em 2016 chegou a US$ 2.8 bilhões de dólares. A FB Capital também soube explorar bem o mercado. “Nós nos especializamos em atender a um público que exige atenção rápida, personalizada e, principalmente, segura, para que tudo esteja de acordo com as normas do Banco Central e da Receita Federal”, ressalta. No último ano, a empresa intermediou mais de US$ 50 milhões no segmento de imóveis. Foram mais de 1.200 operações para mais de 700 clientes, e não vê uma grande “congelada” nas futuras transações. “Agora com o que ocorreu com a economia no Brasil, deve ter uma queda nas transações, mas o investidor, que tenha real interesse, não perderá a chance de ter um imóvel fora do país e voltará a investir”, finaliza Bergallo.

Sobre a FB Capital

Presente no mercado há mais de 10 anos, a FB Capital possui uma estrutura para atendimento e intermediação de operações de câmbio líder em seu ramo de mercado de intermediação de imóveis além de ser especialista em operações financeiras.

Com mais de 80 parceiros no segmento imobiliário e com uma carteira de mais de 5.000 clientes, a FB Capital fornece serviço de consultoria e intermediação em operações de câmbio financeiro ou comercial e já enviou recursos para a compra de mais de 1.500 imóveis nos Estados Unidos.

A FB Capital realiza mais de duas mil operações de câmbio anualmente e possui uma intermediação superior a US$ 50 milhões por ano, atuando em mais de 120 cidades do Brasil, distribuídas em 20 estados. Sua representatividade internacional também é significativa, realizando o envio de remessas para mais de 25 países.

Comentários