Filme dirigido por Mélanie Laurent e documentário sobre Brincadeiras Brasileiras são destaques na mostra “Cinema e Reflexão”

 Encontro com Estela Renner e Renata Meirelles encerra ciclo sobre infância e adolescência

 A produção francesa “Respire”, exibida na Semana da Crítica do Festival de Cannes, e o documentário “Território do Brincar”, que mapeia brincadeiras infantis em diversos pontos do Brasil, são as atrações de encerramento do ciclo sobre a infância e adolescência da mostra “Cinema e Reflexão”, do #cinecpfl.

 

Com exibição nesta terça-feira, 25/04, às 19h, “Respire” (“Respire”, França, 2014, 91 min, 16 anos) tem direção de Mélanie Laurent, atriz conhecida por seu trabalho em filmes como “Bastardos Inglórios” e “Truque de Mestre”. Aqui, ela conta a história de uma garota de 17 anos, em plena idade das paixões, das emoções e das convicções. Tímida e comportada, a adolescente é atraída por uma carismática e rebelde nova aluna da escola. As duas logo passam a dividir intimidades e segredos, mas o relacionamento ganha ares estranhos quando verdades vêm à tona. A obra recebeu o prêmio do público para melhor atriz no festival FEST (Belgrado) e o prêmio John Schlesinger no Festival de Provincetown (EUA).

 

Já na quinta-feira, 27/04, também às19h, a mostra “Cinema e Reflexão” exibe “Território do Brincar” (Brasil, 2015, 90 min, livre). O longa-metragem é resultado de uma viagem de dois anos pelo Brasil na qual os documentaristas Renata Meirelles e David Reeks registraram o brincar de meninos e meninas de diferentes realidades. Segundo os realizadores, trata-se de um passeio pela geografia de gestos infantis que contam histórias, revelam narrativas, constroem uma linguagem própria do brincar.

 

Ao final da projeção acontece encontro com a diretora Renata Meirelles e a cineasta Estela Renner (cineasta), também produtora de “Território do Brincar”.

 

Renner é responsável pela produção de filmes como “Tarja Branca”, um manifesto a importância de continuar sustentando um espírito lúdico, que surge em nossa infância e que o sistema nos impele a abandonar em nossa vida adulta. Também é diretora de “Criança, a Alma do Negócio”, sobre os efeitos da propaganda dirigida às crianças, e “O Começo da Vida”, sobre a importância das relações humanas nos primeiros anos de vida de cada pessoa. A cineasta atuou ainda em emissoras como a Fox Internacional e a Rede Globo.

 

A mostra “Cinema e Reflexão” tem curadoria de Francisco Cesar Filho e Jurandir Müller e no mês de maio tem como tema a violência.

 

As sessões acontecem no Instituto CPFL, que fica na Rua Jorge de Figueiredo Corrêa 1632, Chácara Primavera, Campinas, com entrada franca (retirada de ingressos a partir das 18h).

Comentários
Posted Under