Brasil / Mundo Variedades

Educação: como o Canadá se tornou uma referência mundial

Você provavelmente já notou que muitas pessoas que decidiram fazer intercâmbio, optaram pelo Canadá como país de destino. Isso tem motivos bastante claros, conforme você poderá ver nos próximos tópicos, mas todos eles dizem respeito à mesma questão: a qualidade de ensino canadense.

A OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) realiza estudos frequentes que mostram o desenvolvimento e as aptidões de alunos de diversos países, conhecidos como exames Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos). Seus resultados mais recentes mostraram o Canadá como um dos 10 melhores países em matemática, ciências e interpretação de texto.

Entenda mais sobre isso.

 

Sistema de ensino

Sabe-se que o ensino no Brasil é monitorado publicamente pelo Ministério da Educação. É a partir daí que começam as diferenças no sistema de ensino canadense, que não é monitorado por nenhum órgão central ou federal, sendo, portanto, responsabilidade das províncias e dos órgãos que atuam dentro de cada uma delas. O que todas elas têm em comum é a obrigatoriedade do ensino e como ele se divide de acordo com a faixa etárias dos estudantes. A média é que os alunos comecem a estudar aos 5 anos e parem aos 18.

As escolas primárias canadenses são gratuitas e oferecem ensino integral para as crianças, há escolas tradicionais e escolas alternativas, onde são oferecidos atividades artísticas e colaborativas. Passando para o ensino secundário, o foco é a orientação profissional dos alunos, que podem escolher as matérias que sejam de seu interesse e atividades extracurriculares variadas, como esportes, música ou teatro.

O Ensino Superior é dividido em duas modalidades, a primeira é conhecida como College e corresponde ao que consideramos os 2 primeiros anos da faculdade ou ao ensino tecnológico. A segunda é a universidade, que tem duração média de 3 a 4 anos e é semelhante ao que temos aqui, possibilitando a quem ingressa nela continuar sua carreira acadêmica fazendo pós-graduações, mestrados etc.

 

Alunos imigrantes

Não pense que todas essas possibilidades são abertas apenas para pessoas nativas do Canadá, elas também são proporcionadas igualmente para alunos imigrantes, algo que é considerado uma das chaves para o sucesso e o bom desempenho do país nas avaliações.

Muitas pessoas optam por viver no país ou passar um período nele estudando porque o custo-benefício é muito positivo. A qualidade de vida oferecida sem dúvidas faz com que cada centavo investido valha a pena, além disso, a possibilidade de estudar em um sistema de ensino reconhecido mundialmente torna-se um grande atrativo.

Um bom exemplo para essa integração é a assistência que crianças imigrantes recém-chegadas recebem no ensino primário. Para elas existe um acompanhamento diferenciado que as auxilia a integrar-se no novo país, com sua cultura e idioma, ajudando-as, consequentemente, a ter um bom desempenho na escola.

Há o comprometimento de oferecer oportunidades iguais para todos e a maior prova disso é que o Canadá é o único país onde filhos de imigrantes conseguem obter notas tão altas quanto seus colegas canadenses até três anos após chegarem ao país.

Reconhecimento dos professores

Eis aqui um dos pontos mais importantes para o atual cenário de ensino canadense, o reconhecimento dado aos profissionais da educação. As crianças são condicionadas desde suas casas a respeitarem seus professores e verem a educação como um processo de ascensão para suas vidas. Além disso, os pais participam ativamente de suas vidas nas escolas, estando sempre em contato com elas para acompanhar faltas e problemas de desempenho.

O reconhecimentos dos profissionais também ocorre em suas remunerações, ou seja, todos são bem pagos para exercerem suas profissões, além disso é comum que sejam premiados por seu bom desempenho. Visto que os processos seletivos para as vagas da função são altamente seletivos, esses pontos incentivam que quem consiga passar por ele, mantenha-se focado e dedique-se a seu trabalho.

Investimento em educação

É claro que nada disso aconteceu sem os devidos cuidados do governo, que, por sua vez, tem a educação como um de seus maiores investimentos, ou seja, é um dos setores onde os recursos públicos são mais investidos no país. Dentre o G8, inclusive, o Canadá é o país que mais investe neste recurso.

Um de seus maiores focos é a alfabetização de base, ou seja, que seus alunos sejam devidamente alfabetizados em seus primeiros anos na pré-escola. A eficácia desse método também é comprovada com dados, pois a taxa de alfabetização do país ultrapassa 99%, uma marca que não é vista em nenhum outro país.

Isso ocorre principalmente por um motivo cultural canadense: o desejo de evoluir sempre e ver a educação como o melhor caminho para isso. Os pais ensinam isso para seus filhos desde que são pequenos e sempre os incentivam a aplicar-se em suas vidas acadêmicas para que assim consigam ingressar em uma boa universidade e, consequentemente, sejam bem sucedidos profissionalmente.

Oportunidades acadêmicas

Como dito anteriormente, uma das maneiras encontradas pelo sistema de ensino canadense para incentivar os alunos a terem bons desempenhos na escola é mostrar que, com isso, eles podem alcançar vagas em boas universidades. O reconhecimento das universidades canadenses é notável em diversas partes do mundo e é, também, um dos motivos para que os intercambistas busquem por elas.

O custo-benefício novamente torna-se um ponto importante para o sucesso do ensino superior canadense. Por exemplo, matricular-se na Universidade da Columbia Britânica acaba sendo mais barato do que na Universidade Estadual de Vermont nos EUA. O Canadá conta com diversas instituições públicas e pagas para quem deseja iniciar um curso de graduação, pós-graduação ou, ainda, um MBA.

Outro ponto que tem levado muitas pessoas para o país é o chamado “Efeito Donald Trump”, cujo nome é autoexplicativo. Após a eleição do atual presidente estadunidense, as universidades do Canadá passaram a receber ainda mais matrículas de estrangeiros, inclusive de nativos dos EUA. Isso pode ser explicado tanto pela estabilidade e amenidade política quanto pela receptividade dos países a estrangeiros.

Neste post você aprendeu um pouco mais sobre a educação no Canadá, para continuar recebendo informações sobre o país, continue nos acompanhando no blog. Não deixe de comentar o que achou!

 

Produzido por: eTA Canadá Visa

 

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br