Como manter uma relação de confiança com a babá do filho

Estabelecer uma relação de confiança e autoridade com a pessoa que cuida do seu filho requer dedicação. Algumas estratégias podem ajudá-la nessa tarefa delicada

Ela trabalha na sua casa, tem como responsabilidade nada menos do que cuidar do seu filho e está ali com a missão de colocar em prática ? bem longe dos seus olhos ? todas as recomendações que você acredita serem as melhores para ele.

Não é preciso ir muito além para entender por que a relação entre os pais e a babá é tão diferente de qualquer outra que envolva patrão e empregado. ?Nela, o emocional e o profissional se misturam a todo momento?, afirma a psicanalista Claudia Rohenkhol, de São Paulo. ?Embora fique tranquila quando encontra alguém em quem confia, dividir os cuidados e o afeto do bebê com uma estranha nem sempre é uma situação confortável para a mãe.? A babá, por sua vez, explica Claudia, também costuma esquentar o drama: como normalmente se afeiçoa à criança, tende a encarar a supervisão da chefe/mãe como desconfiança de seu amor pelo bebê ? e não como uma questão de método de trabalho.

Os pais decidem a rotina do filho

?Por mais que goste da babá e passe muito tempo com ela, a criança não tende a confundi-la com a mãe?, afirma a psicóloga Ceres de Araújo, de São Paulo. ?Embora seja esse um dos grandes receios dos pais, a existência de um vínculo com uma terceira pessoa não interfere na ligação afetiva do filho com eles.? A criança precisa perceber, no entanto, quem está no comando. Mesmo que a babá seja experiente, não deixe a cargo dela a definição da rotina do seu filho. O pequeno não dá muita bola quando você chega? Não se martirize. ?Ele sabe o quanto os pais gostam de receber carinho e negá-lo, muitas vezes, é um recurso inconsciente para atraí-los?, explica Claudia Rohenkhol. Tenha apenas o cuidado de aproveitar bem os momentos em casa.

Aprenda a ler as mensagens do bebê

?A melhor câmera ainda é a própria criança?, afirma Claudia. Alterações bruscas no comportamento, no sono ou na alimentação podem indicar que algo vai mal na relação com a pessoa que fica com ela a maior parte do dia. ?Um bom termômetro é o tempo que a babá leva para conquistá-la?, observa Tânia. ?Se em cinco dias o bebê ainda a rejeita, sugiro que procure outra profissional. ?

Ela foi embora. E agora?

Geralmente subestimada pelos pais, a perda da babá querida é um dos acontecimentos de maior impacto emocional para a criança, que a considera um membro da família e se sente culpada pelo abandono. ?É essencial que se esclareça desde cedo que a babá está ali a serviço, que tem outra família e que, apesar de gostar muito dela, algum dia irá trabalhar em outro lugar?, orienta Claudia. Mesmo que seja um momento difícil para ambas, é importante também que a babá se despeça da criança

Na hora da seleção

Investir tempo na entrevista com as candidatas aumenta as chances de encontrar uma boa profissional

· Faça perguntas que exijam uma resposta detalhada. Em vez de: ?Você gosta de crianças??, pergunte: ?Por que escolheu trabalhar com crianças??

· Cheque referências, mesmo que contrate por uma agência.

· Informe-se sobre a formação e a experiência dela, mas o mais importante é observar se a babá demonstra afeto pela criança e sabe aceitar instruções.

· A babá tem os mesmos direitos trabalhistas de uma empregada doméstica. Registrá-la é obrigatório e reforça a relação profissional.

FOnte: MDM

Comentários

Notícias Relacionadas

Barcelona apresenta novos uniformes e faz homenage... Com Messi, Iniesta, Xavi, Thiago Alcântara, Piqué, Xavi e Puyol como modelos, o Barcelona apresentou nesta terça-feira seus novos uniformes para a tem...
Programação completa da Virada Cultural Paulista A Prefeitura de Santa Barbara d’Oeste, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, divulgou nesta sexta-feira (3) a programação completa da Virada Cu...
Conta da “Veja” no Twitter é hackeada A conta da revista "Veja " no Twitter foi hackeada no começo da tarde desta segunda-feira (17). Na página do microblog há uma mensagem atribuída a ...
Governo adia mais uma vez leilão do trem-bala Novo fracasso do certame já era esperado devido à falta de interessados Trem-bala: franceses eram os únicos interessados (Getty Images) Sem cons...