“CEDOC em movimento” abre novas inscrições para o primeiro semestre de 2018

Patrocinado pela CAIXA, “CEDOC em movimento” abre novas inscrições para o primeiro semestre de 2018.

Patrocinado pela Caixa Econômica Federal através do Programa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro, a Educação Patrimonial do projeto “CEDOC em Movimento” retoma suas atividades. A iniciativa do Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi busca promover o acesso das crianças participantes à memória histórica e afetiva de Santa Bárbara d´Oeste. As inscrições para as escolas interessadas começam a ser recebidas na próxima terça-feira, 23 de janeiro.

Com o intuito de aguçar a curiosidade de alunos e educadores, o CEDOC da Fundação Romi traz piratas e detetives para seu espaço educacional neste primeiro semestre de 2018. Relacionando o conteúdo histórico disponível em seu acervo e guarda às diretrizes curriculares nacionais da educação básica, o CEDOC se contrapõe à imagem de “museu estático”. Suas oficinas de Educação Patrimonial instigam a investigação e o jogo da descoberta, despertando a curiosidade dos pequenos participantes, colocando em prática uma metodologia de aprendizagem mais dinâmica.

Trajados como piratas e detetives e orientados pelos profissionais do CEDOC, educadores e alunos compreendem as possibilidades de abordagem do conteúdo histórico, outrora visto de forma “enfadonha”, por meio de uma nova perspectiva: a do desafio e do protagonismo.

“O objetivo deste trabalho educativo tão lúdico é proporcionar meios às crianças e aos educadores, estimulando sua curiosidade e imaginação, para que conheçam o passado de Santa Bárbara d´Oeste e estabeleçam relações com o presente”, pontua Sandra Edilene de Souza Barboza, Coordenadora do CEDOC da Fundação Romi.

Inscrições – O agendamento das turmas interessadas deve ser realizado pelos educadores e coordenadores escolares através do telefone do CEDOC da Fundação Romi (19) 3499-1558, a partir do dia 23 de janeiro, sempre de segunda a sexta-feira, das 7h15 ao meio dia e das 13h às 17h. Mais informações podem ser consultadas também pelo site da instituição www.fundacaoromi.org.br/cedoc ou pelo do projeto www.fundacaoromi.org.br/cedoc/educacaopatrimonial.

Programação

Oficina: CAÇA AO TESOURO
Público Alvo: Jardim 2
Duração: 90min
Número máximo de participantes: 40
Atividade: Através da brincadeira do Caça ao Tesouro, as crianças irão conhecer o CEDOC como um local que “guarda” a história da Cidade. Como no mundo do faz de conta serão os piratas do CEDOC que irão montar o seu próprio chapéu. Divididos em grupos irão explorar o museu a partir de pistas  espalhadas no próprio local. Ao percorrerem o Espaço Expositivo, os objetos antigos serão apresentados e contextualizados no jogo do Caça ao Tesouro.

Oficina: ENIGMAS NO CEDOC – Fundação da Cidade
Público Alvo: 4º e 5º Ensino Fundamental I
Duração: 90min
Número máximo de participantes: 40
Atividade: Nessa atividade os alunos serão detetives e terão que descobrir a história da fundação da cidade de Santa Bárbara d’Oeste. Vestidos com suas capas de detetives e lupas nas mãos irão procurar evidências, pistas e ao final da atividade conhecerão sobre Margarida da Graça Martins, a fundadora da Cidade.

CEDOC em Movimento

O Projeto “CEDOC em movimento” tem como meta impactar, através de suas ações, mais de 35 mil pessoas. Além das Oficinas de Educação Patrimonial, voltadas para crianças do Ensino Fundamental I, e das expedições fotográficas que agruparam dezenas de fotógrafos em pontos históricos do município (Praça Central e Matriz Santa Bárbara, Usina Santa Bárbara e, por fim, Santo Antônio do Sapezeiro), há também atividades extramuros com educadores da rede municipal de ensino, por meio da ação educativa “Baú da História”, e uma exposição fotográfica itinerante, fruto das expedições.

Previstas para acontecerem as partir do segundo trimestre de 2018, a ação educativa “Baú da História” e a exposição fotográfica itinerante, fruto das expedições, foram estruturadas para oportunizarem o acesso, tanto à comunidade escolar quanto à população regional, a um recorte histórico de Santa Bárbara d´Oeste. O objetivo é que os espectadores conheçam a história do município, sinta-se parte dela, (re)estabeleçam um vinculo afetivo com a cidade e compreendam a importância do CEDOC da Fundação Romi como espaço educacional de preservação, guarda da memória e compartilhamento de saberes.

A programação das inscrições para participar da ação educativa “Baú da História”, e o cronograma de pontos de exibição da exposição fotográfica itinerante, fruto das expedições, será divulgada pela Fundação Romi em meados de abril.

Programa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro 

A Caixa e a Fundação Romi assinaram no mês de Abril/17, em Santa Bárbara D´Oeste (SP), o contrato que destina investimentos de R$ 200 mil para projeto de educação patrimonial, intitulado “CEDOC em Movimento”, com o objetivo de realizar ações educativas direcionadas aos educadores, aos estudantes e à comunidade de Santa Bárbara d’Oeste e região, beneficiando aproximadamente 35.000 pessoas até o fim de 2018.

O projeto foi selecionado no edital do Programa Caixa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro – 2017/2018, no qual concorreram propostas de instituições de várias regiões do país, sendo selecionados 13 projetos, representando um valor total de R$ 3 milhões com utilização prioritária da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

O Programa de Apoio ao Patrimônio Cultural Brasileiro tem como objeto a seleção de projetos de entidades museais que visem assegurar a democratização do acesso e a preservação do patrimônio cultural brasileiro. O processo de seleção é bienal e contempla projetos de funcionamento de instituições museológicas, tais como programas pedagógicos (ações de arte-educação, oficinas, palestras, cursos, visitas mediadas), programação de mostras de seu acervo permanente e mostras temporárias, dentre outros.

Sobre o CEDOC

O Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi é um espaço vivo de preservação da história, que além de resgatar todo o passado histórico de Santa Bárbara d’Oeste e região, atua na guarda, conservação e disponibilização do acervo da Fundação Romi e da Indústrias Romi – com destaque para o acervo do Romi-Isetta. Além de um espaço expositivo vivaz e dinâmico, o CEDOC realiza o projeto de Educação Patrimonial para crianças e adolescentes, realiza o Processamento Técnico de todos os documentos recebidos e ainda recebe exposições e palestras, promove visitas monitoradas e técnicas, oficinas de capacitação e experimentação. O CEDOC está localizada na Avenida João Ometto, 118, Jd. Panambi, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1558. www.fundacaoromi.org.br/cedoc.

Comentários