CCR AutoBAn espera 660 mil veículos no feriado do Dia do Trabalho

Neste feriado de Dia do Trabalho, a CCR AutoBAn – Concessionária que integra o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo – espera a circulação de aproximadamente 660 mil veículos no Sistema Anhanguera-Bandeirantes, entre saída e chegada à Capital, no período de quatro dias: de sexta-feira, 28 de abril, a segunda-feira, 1º de maio.

 

Horários de pico

Os horários de maior movimento no Sistema Anhanguera-Bandeirantes estão previstos para:

 

  • Sexta-feira (28/04) das 14 às 19h;
  • Sábado (29/04) das 9 às 14h;
  • Segunda-feira (01/05) das 11 às 22h

 

Operação Caminhão

No domingo (30) e na segunda-feira (1º de maio), das 14 às 22 horas, os caminhões que se destinam à Capital pela Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) devem utilizar a Via Anhanguera (SP-330) no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, acessando a rodovia pela Saída 48 da Bandeirantes. O desvio tem como objetivo melhorar a distribuição do tráfego. A Concessionária prestará apoio à fiscalização feita pela Polícia Militar Rodoviária.

 

Dados Comparativos

No feriado Dia do Trabalho de 2015, entre os dias 30 de abril e 3 de maio, foram registrados no Sistema Anhanguera-Bandeirantes 79 acidentes, com 46 feridos e 1 morte. O tráfego neste período, entre saída e chegada à Capital, foi de aproximadamente 657 mil veículos. Para fins comparativos, uma vez que o feriado de Dia do Trabalho de 2016 aconteceu em um domingo, estão sendo utilizados os dados da operação de 2015.

 

Farol baixo nas rodovias

Ao longo da operação do feriado de Dia do Trabalho, colaboradores da CCR AutoBAn e da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) entregam durante os atendimentos adesivos que lembram os usuários sobre o uso do farol baixo durante o dia nas rodovias. O material, que pode ser colado na parte interna dos para-brisas, próximo ao painel, é semelhante aqueles utilizados para anotar as trocas de óleo dos veículos. O material foi impresso em parceria com a gráfica Mack Color.

 

Operação do Sistema Anhanguera-Bandeirantes

O Centro de Controle Operacional (CCO) da CCR AutoBAn monitora 24 horas todo o sistema viário, em conjunto com o Polícia Militar Rodoviária, por meio dos equipamentos do Sistema de Monitoramento de Tráfego, que incluem 104 câmeras de Circuito Fechado de TV, Sistema Analisador de Tráfego com 177 faixas, 9 estações de meteorologia, 28 painéis de mensagens variáveis fixos e 11 móveis, além de 37 radares fixos.

 

Durante a operação do feriado de Dia do Trabalho, o serviço SOS Usuário será intensificado e terá aproximadamente 15% a mais de veículos em atendimento, com 57 viaturas, entre guinchos leves e pesados, veículos de inspeção de tráfego, ambulâncias, caminhões-pipa e para apreensão de animais, auto-guindaste e veículos de apoio. Além do Disque CCR AutoBAn (0800 055 5550), os usuários do Sistema Anhanguera-Bandeirantes contam com mais de 544 telefones de emergência, localizados a cada quilômetro nas duas pistas das rodovias. Toda a operação das rodovias contará com uma equipe composta por aproximadamente 410 pessoas.

 

 

Sobre a CCR AutoBAn

A CCR AutoBAn é responsável, desde 1º de maio de 1998, pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes. A concessionária gerencia 316,8 quilômetros de rodovias, compreendendo a SP-330 (Via Anhanguera), de São Paulo a Cordeirópolis, com extensão de 147,04 quilômetros; a SP 348 (Rodovia dos Bandeirantes), de São Paulo a Cordeirópolis, com 159,67 quilômetros de extensão; a SP-300 (Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto), com extensão de 2,6 quilômetros e a interligação SPI-102/330 (Rodovia Adalberto Panzan), com extensão de 7,44 quilômetros. Foi a quinta concessionária a integrar o Grupo CCR.

 

Sobre o Grupo CCR

Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina. Controla, atualmente, 3.265 quilômetros de rodovias sob a gestão das concessionárias CCR NovaDutra (SP-RJ), CCR ViaLagos (RJ), CCR RodoNorte (PR), CCR AutoBAn (SP), CCR ViaOeste (SP), CCR RodoAnel (SP), Renovias (SP), CCR SPVias (SP) e CCR MSVia (MS). Também faz parte do controle acionário da concessionária ViaRio, responsável pela construção e operação do Corredor Expresso Transolímpica, no Rio de Janeiro. O Grupo CCR atua ainda no setor de transmissão de dados de alta capacidade por meio da Samm, empresa prestadora de serviços de comunicação multimídia e conectividade IP com mais de 4.700 quilômetros de fibra óptica subterrânea e aérea. Além disso, o Grupo CCR está presente no segmento de transporte de passageiros por meio das concessionárias ViaQuatro, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, responsáveis, respectivamente, pela operação da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo, pelo transporte aquaviário de passageiros no Rio de Janeiro e pelo sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, além de ter participação na concessão do VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos), que interligará a região portuária e o centro do Rio de Janeiro. O grupo ingressou, em 2012, no setor aeroportuário, com a aquisição de participação acionária nas concessionárias dos aeroportos internacionais de Quito (Equador), San José (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport, responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Em 2015, adquiriu a TAS (Total Airport Services), empresa norte-americana prestadora de serviços aeroportuários. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, a CCR assinou o Pacto Global da ONU e, em 2016, faz parte da carteira teórica do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial), da BM&FBovespa, pelo quinto ano consecutivo. Emprega, atualmente, cerca de 11 mil colaboradores.

 

Comentários