Bacalhau ainda faz parte da tradição da Páscoa

Aprenda a fazer a tradicional bacalhoada para Sexta-Feira da Paixão

Que é de tradição comer aquele bacalhau suculento na Sexta-Feira Santa todo mundo sabe, mas de onde vem essa tradição? Tudo começou na idade média, quando as coisas eram um pouco mais severas e não se podia comer carne durante toda a quaresma – 46 dias antes da Páscoa.

Hoje em dia, a tradição é um pouco menos rígida, mas a sexta continua sendo o “Dia da Paixão e Morte de Cristo”. Por isso, em respeito à sua morte de Jesus, muitos cristãos ainda não comem carnes de animais de sangue quente – mamíferos e aves -, apenas o peixe, como animal de carne fria. E foi assim que entrou o bacalhau na história.

A tradição do bacalhau é forte principalmente em Portugal e no Brasil, por conta dos nossos colonizadores portugueses, que sempre foram fãs de belas postas de bacalhau. Para oferecer o peixe, é comum fazer a bacalhoada, prato com bacalhau e legumes.

Em respeito à tradição, o restaurante Fogão a Lenha de Americana (SP), oferecerá a famosa bacalhoada no buffet de almoço da quinta, dia 13. Mas para quem prefere fazer em casa, a gastrônoma e chef do Fogão Bruna Chacur, divulgou a receita do prato:

BACALHOADA

Ingredientes

  • 1 kg de postas de bacalhau fresco e dessalgado
  • 4 batatas médias
  • 3 cebolas
  • 1 cabeça de alho descascados
  • 1 xicara de azeitonas verdes
  • 1 xicara de azeitonas pretas
  • ½ xicara de tomate cereja
  • ½ vidro de azeite

 

Modo de preparo

Cubra as postas de bacalhau com água e ferva por 8 minutos. Na mesma água, cozinhe as batatas descascadas e cortadas em rodelas, por 10 minutos.

Arrume numa travessa as batatas, cebolas em rodelas grossas, o bacalhau, as azeitonas, os dentes de alho inteiros e por último os tomates. Regue com todo o azeite, cubra com papel alumínio e leve ao forno por aproximadamente 30 minutos. Retire o papel alumínio e deixe mais 15 minutos, ou até as cebolas e batatas estarem cozidas.

 

 

Sobre o Fogão a Lenha
Estabelecido entre os restaurantes de referência da cidade de Americana, tem como características uma administração familiar, culinária de autêntica comida caseira, produtos de qualidade e preço acessível. Os salões são aconchegantes, com ótima localização e atendimento especial, que agradam todas as idades.

No almoço, servido nas opções self-service, prato-feito e marmitex, os pratos agradam aos mais diversos tipos de paladares. Os destaques ficam por conta da variedade de massas, saladas e pratos especiais, como a feijoada, frango caipira com polenta, rabada, frango assado e salmão com filé mignon, servidos em dias específicos da semana.

Além disso, o restaurante atende indústrias, com cardápios completos de café da manhã, almoço, jantar e ceia. Hoje são mais de 50 empresas atendidas e os serviços oferecidos de acordo com a necessidade de cada uma, inclusive com serviços internos.

 

 

Assessoria Gargantini

Comentários