fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Zé da Mix denuncia uso de veículos da Prefeitura de Limeira para viagens ao litoral


O caso, segundo o vereador, será levado ao MP

 

Veículos da Prefeitura de Limeira estão sendo utilizados para a realização de excursões turísticas no litoral de São Paulo. É o que consta no Boletim de Ocorrência (BO)  1518/2016, registrado na noite do último sábado, 26, pelo vereador José Roberto Bernardo, Zé da Mix (PSD).

De acordo com o vereador, diversas pessoas o procuraram denunciando o uso de veículos da Prefeitura para fins particulares, como viagens turísticas. Ele conta que está investigando a situação há algum tempo e que recebeu a informação de que ocorreria uma viagem para o Guarujá na madrugada de sexta para sábado passada.

O assessor parlamentar de Zé da Mix entrou em contato com a pessoa que organiza a viagem e recebeu a informação de que o ônibus sairia às três horas da manhã de sábado com destino à cidade litorânea e que seria cobrada a quantia de R$ 45. “Entramos em contato no telefone de uma escola da rede pública, a pessoa que se identificou como organizadora do evento é servidora pública municipal e ainda ressaltou que a viagem ocorreria com o ônibus da Prefeitura”, contou o vereador.

O assessor do vereador se inscreveu e participou da viagem, com a intenção de registrar os fatos e obter mais informações. “De acordo com ele, esse tipo de evento acontece há bastante tempo, pois os organizadores são conhecidos e há um esquema organizado. Ao chegar na cidade, o motorista do ônibus, que também é funcionário público de Limeira, recebeu uma autorização da Prefeitura de Guarujá com todas as identificações do veículo. Além disso, eles eram conhecidos em locais como o Aquário, onde existiam condições diferentes para os membros da excursão”, denunciou Zé da Mix.

Durante a viagem, houve um comunicado que o próximo passeio seria para a cidade de Olímpia, conhecida estância turística do Estado de São Paulo, e outra para Guarujá, no mês de setembro.

Quando o ônibus chegou em Limeira, o vereador estava aguardando na entrada da cidade e acompanhou o ônibus até a escola Maria Aparecida de Lucca More, onde a organizadora da viagem trabalha, e a questionou sobre o motivo e quem tinha autorizado a viagem. “Ela então respondeu que se tratava de um projeto do Programa Escola da Família e que foi cobrada uma taxa de R$ 25 para o pagamento da visita ao Aquário”, pontuou Zé da Mix. No entanto, de acordo ele, qualquer pessoa conseguiria participar, como comprova a ida do seu assessor, e não há cobrança para excursões ao Aquário da cidade. “O uso de veículos da Prefeitura para fins particulares não é permitido”, defendeu o parlamentar.

Diante da situação, Zé da Mix foi até a 4º Delegacia de Polícia e registrou um BO. “Levantaremos todas as informações e tomaremos as medidas cabíveis, encaminhando representação sobre esse caso ainda ao Ministério Público (MP)”, finalizou o parlamentar.

 

Assessoria de imprensa

Comentários

Dennis Moraes