24horas Artigos / Opinião 

Vá ao Shopping e Seja Assaltado(a)!

Artigo de Douglas S. Nogueira

 

É um verdadeiro crime, o que os shoppings centers de diversas cidades do país proporcionam as pessoas que os freqüentam.

 Para ir ao shopping hoje com prazer, alegria e muita satisfação, deve-se pensar duas ou mais vezes, já que o bolso precisa carregar uma grande quantidade de dinheiro. Preços absurdos e cobranças ridículas, e o pior de tudo isso, é que os mesmos vivem sempre lotados.

Dá–se a entender que foram feitos somente para ricos e  burgueses, pessoas com alto poder aquisitivo, que não sentem o mínimo de dificuldade para desembolsarem reais. Um indivíduo mais humilde, ao ir ao shopping leva consigo a certeza de que voltará para casa da maneira que foi, pois nada conseguirá comprar, esteve lá apenas para sentir-se social, alguém importante que passeia deslumbrante  em meio à lojas e pessoas.

A cobrança mais absurda que os shoppings centers fazem, é a chamada validação de cartão, alguns requerem a taxa apenas para indivíduos que estão munidos de veículos, cobrando assim a estadia no estacionamento por tempo indeterminado, outros cobram até mesmo de pedestres.

Realmente não tem cabimento! Você vai até o shopping e é passivamente assaltado.

Nos sábados à noite, os shoppings recebem uma multidão de conformados, que com a intenção de muita das vezes de comprarem, vão felizes em busca do assalto. Isso é horrível, pois se a pessoa já está comprando, por quê  exigir que a mesma pague por isso? Cobrando taxas de validação de cartões, estacionamento, retirando e explorando o máximo possível a boa vontade e honestidade do cidadão de bem? Por quê?

Essa situação é indiscutivelmente constrangedora e irritante, sendo assim as administrações dos shoppings centers deve estudar melhor essas medidas, pois pelo que se vê tais administradores nada sabem sobre clientes, e infelizmente desconhecem os grande lemas do marketing como; “sem cliente não existe empresa”,“minha majestade, o cliente” e ainda “o cliente tem sempre razão”, nada conhecem, nada! Ou simplesmente fingem não conhecer.  

Esses administradores devem urgentemente mudarem tais conceitos de exploração, parando de assaltarem o consumidor. Pois se não o desfecho já é previsto, shoppings sendo abandonados e com faturamentos cada vez menores. A verdade é que as pessoas uma hora ou outra irão acordar, cansando de serem exploradas, assaltadas,

deixando dinheiro desnecessários pelos portões dos shoppings .

         Não há como negar que passear, fazer compras pelas ruas de um shopping é um grande entretenimento. Não é mesmo? Agora fazer tudo isso, com tranqüilidade, certo de que suas finanças não serão afetadas desonestamente por taxas inexplicáveis e absurdas, preços assaltantes que assustam até mesmo os poderosos, é um programa bem mais agradável.

         Olha, é melhor ir ao shopping com o estômago saciado, pois do contrário será obrigado a comer por lá e aí notas de vinte não serão suficientes, terá que desembolsar no mínimo umas e outras de cinqüenta, cem, enfim gastará absurdamente, não pelo que comerá, mas sim pelos preços exorbitantes que te assaltarão.

         É claro que enquanto os shoppings estiverem super lotados com seus faturamentos em níveis confortáveis, nada irá mudar. Somente a sociedade tem a solução, como? Reivindicando preços menores, retiradas de taxas de estadias, de validação de cartões, enfim, de tudo aquilo que incomoda o bolso. Caso as pessoas não se mexam, os shoppings centers continuarão a assaltarem sem piedade nossas finanças, além do que infelizmente se tornarão lugares apenas para ricos e burgueses, poderosos e pomposos.

 

Douglas S. Nogueira

Técnico de Manutenção e Planejamento

Blog: www.douglassnogueira.blogspot.com

E-mail: douglas_snogueira@yahoo.com.br

Comentários

Notícias relacionadas