Esportes RMC 

Trio do Vôlei Renata é convocado para Seleção Brasileira sub-21

A base do Vôlei Renata segue colhendo frutos pelo seu bom trabalho e dividindo seus talentos com a Seleção Brasileira. O líbero Bruno Bello, o levantador Paolinetti e o ponteiro/oposto Angellus foram convocados para a Seleção Brasileira sub-21, que inicia a preparação para a disputa do Campeonato Mundial, marcado para julho no Bahrein. Eles se apresentam na próxima segunda-feira (15), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ). “É uma honra poder ceder jogadores à seleção, ainda mais meninos tão especiais como o Bello, o Angellus e o Paolinetti. Eles estão aqui há anos, são ótimos jogadores, mas também grandes pessoas. Estamos orgulhosos pelos meninos e torcendo por eles”, comentou Guilherme Muller, supervisor das categorias de base do Vôlei Renata. Há sete anos nas categorias de base do projeto campineiro, Bello é um dos principais talentos do vôlei brasileiro, com constantes convocações para a Seleção Brasileira e presença na Superliga Masculina. Tudo com apenas 20 anos. Com a camisa do Brasil, ganhou a medalha de prata no Sul-Americano sub-19, disputado em Lima, em 2016, e em 2017 fez parte do elenco que disputou o Mundial da categoria, no Bahrein. Mesmo subindo de faixa etária, Bello se manteve na Seleção Brasileira. Ano passado, fez parte do grupo que se preparou para a disputa do Sul-Americano sub-21, disputado na Argentina. Paolinetti e Angellus, por outro lado, possuem experiência menor em convocações. Enquanto o ponteiro foi chamado pela segunda vez, o levantador encara seu primeiro convite. Com 20 anos, Paolinetti está em sua quinta temporada na base do Vôlei Renata e está sempre junto do time adulto, especialmente nos treinamentos. Vindo de uma família ligada ao vôlei, ele chegou a ser titular em algumas partidas do Campeonato Paulista. Angellus também vai para o quinto ano em Campinas. No currículo, além da conquista do título do Paulista sub-19 pelo time campineiro ano passado, o jovem também coleciona participações na Superliga desta temporada. O ponteiro foi o jogador mais jovem da competição e o primeiro nascido nos anos 2000 a disputar o torneio. “Eles são jovens, ainda tem um caminho longo a percorrer, mas estão com a gente há bastante tempo. Vemos este tipo de convocação como coroação de um trabalho de desenvolvimento do projeto, pois eles passaram por todas nossas categorias, da iniciação até o adulto. Ficamos muito orgulhosos”, acrescentou Muller. O processo de evolução dos jovens teve ainda mais força em 2018. Destaques no time sub-21 e sub-19, os jovens Renan, Dani, Matheus, Bruno Bello, Paolinetti, Angellus e Mossa subiram para elenco adulto e disputaram a Superliga Masculina. Os dois primeiros, inclusive, foram titulares durante boa parte da temporada. CONQUISTAS – Em 2018, as três categorias de base do Vôlei Renata subiram no pódio da série ouro do Campeonato Paulista. A equipe sub-17 faturou o bronze no Estadual, enquanto o time sub-21 foi campeão Copa Bandeirantes, equivalente ao primeiro turno, e ficou em terceiro lugar no Paulista. O ano de conquistas foi coroado pelo título estadual da equipe sub-19. Ainda, com jogadores das três categorias, a base do time campineiro levou o ouro dos Jogos Abertos da Juventude, em Franca, e a prata nos Jogos Regionais, em Santa Bárbara D’Oeste. A base é uma das partes importantes do projeto do Vôlei Renata. Os meninos recebem acompanhamento escolar, médico, fisioterápico, nutricional, odontológico, plano de saúde, auxílio-transporte e moradia. O juvenil conquistou duas vezes o Paulista (2012 e 2013), terminou como vice em 2011 e 2017, foi campeão da Copa São Paulo (2013), além de representar Campinas três vezes nos Jogos Abertos do Interior e terminar com a medalha de prata em 2013 e 2014 e o bronze em 2016. Ainda, o infanto tem dois títulos da série prata do Paulista (2012 e 2013) e conquistou o torneio início em 2011, além do Estadual de 2015 e da medalha de prata em 2016. Já o infantil foi vice-campeão Paulista em 2014, medalha de prata na Copa São Paulo no mesmo ano e faturou o título da série prata do estadual em 2016.

 

 

Comentários

Notícias relacionadas