RMC 

Sumaré recebe a XI Copa do Brasil de Futebol de Amputados

A cidade de Sumaré recebe no próximo dia 18 de abril a XI Copa do Brasil de Futebol de Amputados. O campeonato seguirá até o dia 21 de abril e contará com a participação de 13 equipes de todo o Brasil. Os jogos acontecerão no período da manhã e da tarde, sendo 9h, 10h, 11h, 15h, 16, 17h.

As equipes participantes da XI edição serão Corinthians (tetra campeã), Adfego (Goiás), Aparecidense (Goiás), Ponte Preta (Campinas), São Paulo F.C., Campo Grande (Mato Grosso do Sul), Bola pra Frente (SP), Instituto Só Vida (Mogi das Cruzes), AMDA (Minas Gerais), ASSAMA (Maringá), Bahia, Faro Rio das Ostras (RJ) e Adesul (Fortaleza).

O Futebol de Amputados é disputado em um campo (sintético ou grama natural) sendo a medida máxima 60m x 38m. Os atletas são distribuídos em duas equipes de 7 jogadores onde o goleiro obrigatoriamente é amputado de uma parte do braço  e os jogadores de linha tem algum tipo de amputação na perna.

As disputas são divididas em dois tempos de 25 minutos e cada técnico tem direito a um tempo técnico. O Goleiro não pode sair da área pré definida e as muletas dos jogadores não pode tocar de maneira intencional na bola.

Lateral é cobrado sempre com os pés e a saída do goleiro obrigatoriamente deve tocar no chão antes do meio de campo.

“O Futebol de Amputados hoje é a ação social que mais cresce no Brasil. Forma prática de incluir o atleta/cidadão novamente a sociedade através do esporte e fomentar qualidade de vida e disponibilizar a todos os atletas a possibilidade de manutenção da saúde é o principal centralizador da prática deste esporte que está entrando na grade dos torcedores e população”, comentou Pedro Rocha, organizador do campeonato em Sumaré.

È muito importante pra gente, porque é um campeonato onde tem times de diversos locais, uma vitrine pra seleção brasileira, é uma oportunidade que temos de buscar uma vaga. Queremos mostrar a região que temos um time atuante”, comentou o jogador Maurício Mendes, 32 anos, conhecido como Juninho, da Ponte Preta.

Sobre os desafios, Juninho é enfático. “É uma vivência difícil, desafiadora. As pessoas tem que aprender a viver novamente. Nós acabamos sendo exemplos para essas pessoas. Independentes de sua forma física, somos capazes de realizar esportes, dar o nosso melhor, mostrar que a vida é muita maior do que apenas um corpo. A vida foi feita pra ser superada e não lamentada”.

O jogos acontecerão em três espaços: Clube ADC Villares Metals, Estrada Municipal Dirce Pinto Dalben, 439 – Jardim Viel, Sumaré. Associação dos Servidores de Sumaré – Rua José Carlos Fernandes, 377 – Parque Franceschini, Sumaré. Centro Esportivo Vereador José Pereira – Rua Sebastião Raposeiro Júnior, s/n°, Vila Yolanda Costa e Silva.

SERVIÇO

XI Copa do Brasil de Futebol de Amputados

Dia 18, 19, 20, 21

Horários dos jogos: 9h, 10h, 11h, 15h, 16, 17h

 

Comentários

Notícias relacionadas