Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Suelen Campos – Artesã muito talentosa e acima de tudo, empreendedora.


É sempre bom ter contato com pessoas que fazem o que gostam com sucesso e dedicação. Quem se encaixa nesse perfil é Suelen Campos, uma artesã de mão cheia muito talentosa e acima de tudo, empreendedora. Esse é o espírito dela, ser profissional e tentar sempre aprender coisas novas e melhorar os seus produtos. Diante de tantas qualidades, pensamos logo em fazer uma entrevista com Suelen no intuito de passar para todas as mulheres que fazem por gosto ou profissionalmente.

Suelen Rosa Fernandes Campos, tem 30 anos e é formada em técnica de enfermagem. Trabalha em uma oficina de ferro onde atua como serralheira. Isso mesmo! Ela e suas duas irmãs Hellain e Susan, trabalham juntas na Oficina de Ferro (Serralheria de Mulheres) na cidade de Itapetininga – SP.

Confira a entrevista:

 

SB24horas: Como surgiu a ideia de seguir na profissão de Serralheira na Oficina de Ferro?

Suelen: A Oficina do Ferro, anteriormente era “Ferro Arte” e trabalhávamos com nosso pai, com serviços habituais de serralheria, fazendo diversos tipos de portões (de correr, de abrir, basculantes), estruturas metálicas, corrimões de seguranças e artísticos, escadas e etc. E a empresa do meu pai sempre se destacou na cidade e região pelo dom que meu pai tinha em trabalhar com a forja e por desenvolver seus próprios métodos de trabalho e confecção diferenciados das demais serralherias. Não só por isso, mas porque meu pai tinha a solução para tudo! Meu pai fazia qualquer serviço que envolvia ferro, principalmente quando outros profissionais da área não o sabiam fazer, todos, inclusive vários arquitetos da cidade, de São Paulo, cidades vizinhas e Campinas. Em 2011, decidi trabalhar na oficina para ajudar meu pai,eu simplesmente não sabia fazer nada. Fazia o trabalho de acabamento com pinturas de fundo, minha irmã Susan formada em administração de empresas já trabalhavam na oficina e cuidava do financeiro, enquanto a Hellain fazia todo o trabalho de design técnico e atendimento aos clientes. Depois de um mês, ninguém tinha tempo pra parar e me ensinar, principalmente meu pai que não parava na Oficina – porque ou estava instalando serviços ou estava visitando casa de clientes para orçamentos, foi aí que eu decidi por conta que queria aprender a soldar. Então peguei 2 tocos de ferro do chão e tentei soldar com a solda elétrica, depois de perder o medo dos foguinhos que a máquina naturalmente solta. Deu certo! Uhulll! A solda ficou mais horrível possível, mas tinha grudado! E assim foi… depois de “apanhar” bastante sozinha pra fazer com que as peças ficassem soldadas no lugar, com  muito custo meu pai me deu uma breve explicação de como soldar, de forma bem delicada, sabe. E assim foi…. aprendendo na prática, com muitos erros, tive que refazer muito serviço com medidas erradas, que eu não entendia… Então, da Oficina eu fui a primeira mulher a aprender a soldar.

 

Sb24horas: Quando você começou a fazer artesanato?

Suelen: Em 2013, com mais de 35 anos de profissão na área, meu pai veio a falecer, com 62 anos de idade, repentinamente, sem nenhum sinal de doença ou problemas cardíacos e nos deixou… Passado a morte do meu pai, ficamos desoladas, porque somente o ajudávamos na mão de obra e quem assumia mesmo a “bronca” era ele e agora ele não estava mais conosco. Chegamos a pensar várias vezes em colocar a empresa à venda. Não contratávamos pessoas cursadas na área porque não sabíamos se a pessoa daria conta dos serviços que meu pai fazia…e quase falimos, quando eu tive a brilhante ideia, depois de uma noite mexendo no facebook, de publicar poucas fotos de peças de clientes que eu já tinha feito sozinha, sem ajuda, sem erros (peças decorativas), naqueles grupos para fornecedores para decoradores. Fiz um teste e… BOMBOU! Deu super certo, tive mais de 300 curtidas numa só noite e todos, de todo o Brasil queriam saber preços e adquirir nossas peças e assim foi, de novo, dando cabeçadas por não saber lidar com vendas externas, transportes e etc, fomos aprendendo e agora já vendemos e enviamos pra todo Brasil.

 

Sb24horas: Qual foi a principal motivação que fez você escolher o artesanato?

Suelen: Nossa principal motivação em escolher o artesanato, primeiro porque amamos artesanato e também tudo o que envolve decoração de festas e ambientes. Pensando no motivo principal que era: ” Não podemos mais trabalhar com serviços pesados”, decidimos mexer com o que é leve e que traz beleza para as festas e interiores, já que eu havia feito anteriormente, 13 peças decorativas : um manequim de ferro grande, 6 mini manequins de arame e 6 coroinhas de chapa; e então mais 36 peças decorativas para o meu casamento em 2013, um mês antes do meu pai falecer.

Então achei que, com essas peças, poderíamos conquistar o mundo! (risos).

 

Sb24horas: Porque Fernando Fernandes?

Suelen: Nossa página de vendas do facebook ainda em expansão, se chama Fernando Fernandes em homenagem ao nosso pai, que na verdade, se chamava José Adão Fernandes, mas por causa da minha mãe o chamar de Fernando, todos o conheciam somente assim ou por “Lê”.

 

Sb24horas: A empresa é familiar?

Suelen: Nossa empresa é familiar, antes mesmo das minhas irmãs, minha mãe foi a pioneira e ajudou meu pai na oficina, na mão de obra mesmo, a fazer vários desenhos de um mega portão feito lá, numa  época muito difícil. Depois disso, todos os meus irmãos já haviam também passado pela oficina, aprenderam, ajudaram meu pai, mas logo saíram, ficando só nós três mulheres – somos em sete irmãos (4 mulheres e 3 homens) e eu sou a caçula. Ah, tem também a Valdinéia que é adotiva!

 

Sb24horas: Fabricam peças exclusivas ou reproduzem em quantidade?

Suelen: Trabalhamos com a fabricação de artigos de ferro para festas e interiores. Nós fazemos tanto peças exclusivas, quanto em quantidade reproduzidas. Fica a critério do cliente.

 

Sb24horas: Qual o tipo de consumidor vocês atendem? Atendem em determinada região ou o brasil todo?

Suelen: Hoje em dia atendemos a todo Brasil, já vendemos para MG, RS, PR, SE, ES,  mas a grande maioria dos nossos clientes são do Rio de Janeiro e São Paulo, capital.

 

Sb24horas: Na sua opinião, com a atual crise o artesanato é a melhor saída para o mercado?

Suelen: Contudo, com a crise desde o final do ano passado 2015, nossas vendas tiveram uma queda, mas os pedidos grandes retomaram com a entrada do ano novo. O artesanato, se bem escolhido, no nosso caso, acredito que seja exclusivo no Brasil, não sei.. sobre fazer ou reproduzir quase qualquer peça em ferro ele tende a dar certo, principalmente se estiver envolvido com festas, porque mesmo em meio a crise, as pessoas não abrem mão delas, principalmente os casamentos! E os clientes dos decoradores sempre querem novidade e nós somos uma dessas empresas que podem garantir certa exclusividade. Aí que nós entramos em ação!

 

Agradecemos a Suelen Campos pela entrevista e quem quiser saber mais sobre o trabalho da Oficina de Ferro é só entrar em contato:

Facebook: https://www.facebook.com/oficinadoferro

Site: http://oficinadoferro.wix.com/oficinadoferro

Youtube: Suelen Campos

Twiter: @su_jinksazul

Comentários

Dennis Moraes