Qual o momento ideal para iniciar uma pós-graduação?

Professor da IBE-FGV fala sobre carreira e rumos da vida acadêmica para os recém-graduados

 

A maioria dos recém-formados planeja cursar uma pós-graduação, porém muitas incertezas e insegurança surgem sobre os novos rumos da vida acadêmica. Qual o momento do pontapé inicial? Qual especialização seguir?  A pós-graduação será um diferencial para o currículo?  Como será a valorização dentro da empresa?  Essas são algumas das questões que rondam o assunto.

 

A pós é vista como um poderoso instrumento de capacitação e atualização profissional, fundamental para o currículo atual. Considerada um excelente meio para se preparar e enfrentar os complexos desafios vivenciados pelas organizações possui duas modalidades: lato sensu e stricto sensu. “As pós-graduações mais procuradas são as lato sensu. Dentre elas, destacam-se as intituladas MBA, cujo foco tem caráter prático e está voltado para áreas de gestão”, diz o professor da IBE-FGV especialista em RH, Gestão de Pessoas, Liderança e Coaching Executivo, Vagner Sandoval.

 

Para Sandoval, existem vários momentos para iniciar uma pós-graduação, porém o ideal é começar logo após o término da graduação. “Segundo os especialistas da área de ensino, esse é o momento ideal em função do acondicionamento acadêmico adquirido durante a graduação, pois o aluno está no ritmo de fazer trabalhos, provas, acostumado a ler e adaptado com a rotina de estudos”.

 

Segundo o especialista, o fato de estar no início da carreira possibilita um tempo maior para a dedicação aos estudos. Já se o objetivo for crescer profissionalmente dentro da organização e ocupar posições de gestão, segundo padrões internacionais, o recomendado é que o aluno tenha no mínimo de três a cinco anos de experiência profissional na área desejada. “Esta recomendação é válida porque a experiência prática potencializa a participação dos alunos durante as atividades da pós, além de auxiliar na construção e na retenção do conhecimento gerado durante o curso”, ressalta.

 

Outro momento ideal e importante para iniciar uma pós-graduação é aquele em que se decide mudar de área de atuação, como migrar de finanças para recursos humanos, por exemplo. “Embora a falta de experiência na área desejada talvez não permita o máximo de absorção do conhecimento compartilhado durante o curso, a pós é uma interessante alternativa para se preparar para o novo desafio”.

 

Essencial no currículo e valorização do profissional

 

Para o professor, algumas pessoas enxergam a pós como forma para “engordar” o currículo, ou seja, fazem por fazer e acreditam que somente o título vai gerar a diferença. “O título é até importante, pois ele ajuda a passar pelo processo de recrutamento, porém o que vai contar para o sucesso do profissional é o conhecimento aplicado no dia-a-dia e que traz os resultados esperados pela empresa. Os profissionais de RH e as empresas esperam conteúdo teórico transformado em resultado prático, em meta atingida e em problemas resolvidos”.

 

O impacto da pós-graduação na vida profissional

 

Vagner Sandoval Marcelino
Vagner Sandoval Marcelino

Para o professor Vagner Sandoval, o impacto tende a ser altamente positivo, tanto na vida corporativa quanto na pessoal. A qualidade da informação e do conhecimento construído durante uma pós/especialização prepara o profissional para enfrentar e resolver desafios complexos.

 

Como uma das variáveis relevantes para a promoção dos profissionais dentro de uma organização é a capacidade de resolver problemas, o impacto na vida de um profissional que faz uma pós pode ser grande, pois pode habilitá-lo a disputar cargos mais estratégicos dentro da empresa, aumentando assim sua remuneração salarial e ao mesmo tempo trazer realização pessoal e profissional.

 

Critérios que devem ser analisados para ingressar em uma pós

 

– Reputação da instituição de ensino

A instituição de ensino é respeitada no mercado? Como as empresas e profissionais de RH avaliam a mesma?

O título que será conferido pela pós funciona como uma marca para o profissional. A qualidade desta marca tem que ser considerada pelo mercado.

 

– Qualidade do currículo oferecido pela pós

O que será abordado? Quais são as disciplinas e o conteúdo das mesmas?

Como em toda a compra, visando alinhar corretamente as expectativas e evitar frustrações futuras, o profissional deve estudar em detalhes tudo aquilo que será oferecido pela instituição.

 

– Afinidade do aluno com a área/pós escolhida

Devo me especializar naquilo que eu me identifico e gosto de atuar ou a minha escolha está sendo influenciada por terceiros? Posso escolher o curso a partir do momento aquecido de um determinado segmento de mercado?

Quem faz o que gosta sempre produz um resultado acima da média, sempre enxerga e encara os problemas como oportunidades de crescimento.

 

Tipos de pós

 

– Lato Sensu: pós-graduação tipo especialização voltada para capacitação de profissionais que desejam atuar no mercado de trabalho.

 

– Stricto Sensu: se o objetivo for realizar pesquisas ou lecionar em universidades, é possível optar pelos cursos de especialização stricto sensu, como mestrados e doutorados, que focam em seus currículos disciplinas de pesquisa e didática. Dentro das categorias de cursos stricto senso encontra-se também o Mestrado Profissional, que é igual ao acadêmico em seus conceitos, porém o objetivo e a forma de condução do curso são orientados para o estudo e solução de problemas reais do ambiente organizacional.

 

Comentários

Notícias relacionadas