Projeto apresentará ‘planta’ das escolas sustentáveis de Piracicaba


Idealizado para a construção de escolas e sociedades sustentáveis em Piracicaba (SP), o Projeto CriAtividade e Educação Ambiental vai promover, nesta quarta-feira (11), seu último encontro, de uma série de quatro, para elaboração do cardápio de aprendizagem que tem sido discutido por seus participantes, voltado ao desenvolvimento de atividades socioambientais nos mais variados espaços educadores da região.

Nas edições anteriores, o público acompanhou oficinas e falas provocadoras para inspiração, no momento de cocriação dos trabalhos. Neste próximo encontro, que será realizado no Núcleo de Educação Ambiental (NEA) piracicabano, das 8h30 às 17h30, serão apresentadas as atividades de cada grupo, com espaço reservado para celebração de todo o processo criativo. “Arte, ludicidade e educação” é o tema da palestra de Karine Faleiros, que também será realizada amanhã e orientará os participantes para melhor uso do cardápio de aprendizagem.

A realização do projeto é da Oca – Laboratório de Educação e Política Ambiental da Esalq-USP, Programa Ponte, IEMA (Instituto de Educação e Meio Ambiente) e Iandé. “Nossa expectativa é concluir o processo de cocriação de maneira celebrativa, e que tenhamos atividades inovadoras para compartilhar e contribuir no processo de construção de escolas e sociedades sustentáveis. O encontro está sendo preparado com carinho e vai ser muito bonito; mesmo quem não tenha participado dos outros, será muito bem-vindo neste”, afirma Laura Rydlewski, da Oca.

“Mas vale ressaltar que o projeto não acaba aqui. É importante que esse material seja incorporado pelas comunidades escolares, para que cumpramos nossos objetivos”, reforça ela, aproveitando para lembrar que as atividades foram criadas por atores de redes estudantis, entidades, empresas, setor público e coletivos da sociedade civil.

O conteúdo do curso tem estimulado a reflexão crítica e o diálogo em oficinas com metodologias participativas, sobre: construção de escolas e sociedades sustentáveis, temáticas problematizadoras socioambientais  – como agroecologia e consumo -, potencialidade de atividades artísticas, participação social e autoconhecimento.

“A próxima etapa do projeto é a sistematização e revisão das atividades, visando a elaboração de um material didático que potencialize a ação dos espaços educadores na construção de escolas e sociedades mais sustentáveis”, informa a presidente do IEMA, Ana Lúcia Maestrello.

Inscrições e mais informações em: www.criatividadeea.wix.com/criatividade.

 Assessoria de imprensa

Comentários

Notícias relacionadas