Preparo para vestibular deve comprometer estudante ao longo do ano


Sensação de confiança é determinante para contribuir com desempenho

 

Vestibular. Está aí uma palavra que, de uma forma ou de outra, ocupa a mente em alguma época da vida. Seja na nossa vez de prestar o exame, seja na hora dos jovens da família fazerem suas escolhas, essa fase é decisiva.

Não é à toa que a palavra gera estresse, pois a pressão é grande e a dedicação deve ser total. Mas, se o vestibulando estiver organizado, a sensação de confiança é maior e torna-se determinante para contribuir com o desempenho. O diretor pedagógico do Ensino Médio e Pré-vestibular da unidade Cambuí do Instituto Integral, David Apolinário, salienta que deve haver disciplina em relação aos estudos. “Há a necessidade de a aplicação ser parte da rotina do aluno e também da família”.

O preparo para ter sucesso nas provas não é da noite para o dia. Ele precisa ocorrer ao longo do ano. Apolinário alerta que, no caso da leitura das obras literárias obrigatórias exigidas pelas universidades, substituí-las por resumos é uma estratégia arriscada. “O conteúdo pode não estar completo. As resenhas servem só como revisão”, frisa.

Revisão reforça aprendizado

Outro aspecto que comprova que o estudo deve ser de longo prazo é o treino da redação. O diretor pedagógico ressalta que é fundamental observar as provas antigas das instituições nas quais o aluno prestará as provas e avaliar como as faculdades enfocaram os temas no decorrer dos testes. Com esse material já aplicado anteriormente em mãos, ele sugere: exercite e responda todas as questões da prova. “É muito importante também fazer uma revisão a cada três ou quatro semanas de todas as disciplinas estudadas”, observa.

Manter-se informado é outra preocupação que o vestibulando precisa se atentar. Acompanhar reportagens e atualidades é garantia de não ser pego de surpresa em alguma questão ou na redação.

Equilíbrio entre corpo e mente

Estudar em um lugar tranquilo, em ambiente com conforto térmico e assegurar um sono reparador são essenciais ao bem-estar do estudante. Quanto às redes sociais, o professor reforça que devem estar distantes na hora do estudo porque atrapalham a concentração e desviam a atenção.

Apolinário lembra que o equilíbrio entre corpo e mente traz estabilidade emocional ao vestibulando. “O estudante precisa se alimentar bem e reservar momentos para o lazer para evitar esgotamento físico e intelectual”, ressalta.

Por fim, nada disso tem importância se o aluno perder a prova por atraso. É crucial, dias antes da prova, conhecer o local do vestibular com antecedência. O ideal é estabelecer uma rota para chegar ao destino do teste com segurança.

Sobre o Instituto Integral

O Integral nasceu em Campinas, em 1980, com o Curso Integral, fruto da iniciativa de um conjunto de estudantes universitários egressos do Instituto Tecnológico da Aeronáutica, o ITA.

Desde então, uma ideia orienta aquele que é um dos maiores grupos educacionais do interior de São Paulo: a formação global, do aluno e do indivíduo, com o intuito de preparar para a universidade e para a vida. Busca o equilíbrio entre o prazer no aprendizado e a exigência nos resultados. Desenvolve, assim, a curiosidade e o espírito crítico, a autonomia e a responsabilidade.

O Integral é destaque na área educacional na Região Metropolitana de Campinas, cidade que concentra um dos maiores polos tecnológicos e econômicos do País, com grandes e excelentes universidades, além de empresas de alta tecnologia. Em Campinas, o Integral tem cinco unidades, Paineiras, Cambuí, Alphaville, Parque Prado e Taquaral. O Instituto está presente também em Paulínia e Vinhedo.

 

Comentários

Notícias relacionadas