Piracicaba 

Prefeitura de Piracicaba libera alça de acesso do viaduto da Rosário no sábado, 30/03

Dispositivo vai aliviar o trânsito intenso no cruzamento entre as avenidas Armando de Salles Oliveira e Torquato da Silva Leitão e rua Tiradentes; liberação acorrerá às 13h

A Prefeitura vai liberar para o trânsito no sábado, 30/03, às 13h, a alça de acesso do viaduto da Rosário. O dispositivo tem como objetivo dar maior fluidez ao tráfego intenso no cruzamento entre as avenidas Armando de Salles Oliveira e Torquato da Silva Leitão e rua Tiradentes. Os serviços de sinalização vertical e horizontal, última etapa da obra, foram concluídos hoje.

A principal função da alça de acesso será desafogar o trânsito enfrentado pelos motoristas que utilizam essas vias, principalmente nos horários de pico. A fila de carros se forma, principalmente na rua Tiradentes. Com a alça, será eliminada uma fase semafórica nesse cruzamento – a que permite que o motorista que desce a avenida Torquato da Silva Leitão vire na Armando de Salles em direção ao Centro. Sem uma fase, o tempo do semáforo da Tiradentes para acessar a Armando de Salles será maior.

Nos primeiros dias de abertura, no entanto, essa conversão ainda será permitida, até que os motoristas se acostumem com o novo sistema. Depois, quem vem pela Torquatro da Silva Leitão, da região do Lar dos Velhinhos e Shopping Piracicaba, terá de acessar a rua Dona Eugênia, virar à direita na travessa Dona Eugênia, à esquerda, na rua Samuel Neves, pegar a rua do Rosário e acessar a alça para chegar à Armando de Salles, quase no cruzamento com a Campos Salles. Quem sai do São Dimas em direção ao Centro, por sua vez, pode pegar a Samuel Neves, rua do Rosário e a alça para chegar à Armando de Salles.

Para receber os veículos da alça, a avenida Armando de Salles ganhou uma faixa de rolamento extra – tinha três e agora tem quatro nesse trecho -, o que vai permitir que os motoristas acessem a avenida sem precisar parar o veículo, apenas seguindo o fluxo dos outros que vêm da Vila Rezende sentido Centro.

A decisão do setor de Engenharia da Secretaria de Trânsito e Transportes (Semuttran) de não eliminar a fase semafórica ainda também se dá por conta de ajustes que serão feitos no canteiro central da Armando de Salles, bem no cruzamento com a Torquato da Silva. O canteiro será alargado para permitir a criação de mais uma faixa na Armando de Salles, à direita (ao lado do Clube de Campo). Isso vai permitir que os carros que descem a Torquato, sentido Vila, entrem na Armando de Salles ao mesmo tempo em que os carros que vêm sentido Centro-Vila passem pela avenida.

As pessoas estão com dúvidas sobre o funcionamento da alça, mas vão perceber os efeitos positivos assim que ela começar a funcionar. A ideia é distribuir o volume de tráfego, principalmente nos horários de pico”, observa o secretário da Semuttran, Jorge Akira.

MOBILIDADE – A alça de acesso, que teve investimento de R$ 1.636.512,5, é uma obra que pertence ao corredor de ônibus Vila Rezende, com total de 8,45 km de extensão e que compreende trecho da Armando de Salles nos dois sentidos até a Ponte do Mirante, avenida Juscelino Kubistchek, avenida Rui Barbosa, avenida Dona Francisca e trecho da avenida Barão de Serra Negra. 

Comentários

Notícias relacionadas