24horas Artigos / Opinião Santa Bárbara d´Oeste 

Prefeito de Santa Bárbara d´Oeste pede “união de políticos” para criação de uma “nova rodovia” em nossa região

“É mais fácil brigar por uma utopia, do que por uma realidade”

 

O prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Denis Andia (PV), esteve na cidade de Americana, mais precisamente na Câmara Municipal na tarde de ontem (11), para propor uma ideia assaz utópica, para a construção de uma nova rodovia, que na teoria, iria interligar as cidades de Santa Bárbara d’Oeste, Americana, Nova Odessa e Sumaré. Segundo o prefeito, o projeto seria para que a nova via tivesse início na altura do posto Graal, no km 125 da Rodovia dos Bandeirantes e tivesse o entroncamento com a Estrada de Cillo – que atualmente liga Santa Bárbara d’Oeste a Nova Odessa – terminando em Sumaré.

A ideia é excelente, porém, é desperdício de força política brigar por algo inexistente e utópico, sendo que a Rodovia Luiz de Queiroz (que atualmente serve aos municípios de Santa Bárbara d’Oeste, Americana, Nova Odessa e Piracicaba) que já faz esse papel, necessita de mais atenção para unirem-se por terceiras faixas, melhores trevos de acessos e demais melhorias que seriam muito mais econômicas para o Estado do que a construção de uma nova rodovia.

Pensamentos como esse, mostram que parte das forças políticas da região estão mais concentradas em investirem tempo em algo inexistente, apenas para parecerem que estão tentando ajudar, do que preocuparem-se necessariamente com algo que já atende a população e que precisa muito mais desta atenção que até hoje não existiu, principalmente por parte do prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, que bradou aos quatro cantos que foi um dos responsáveis pelas melhorias da rodovia, mas, na hora que os problemas começaram a surgir (como a provável vinda do pedágio) não se manifestou (diferente dos prefeitos de Americana, Nova Odessa e Piracicaba, que se prostraram contra a instalação de mais uma praça).

Briguemos sim por uma nova opção, mas, depois que a Rodovia Luiz de Queiroz que ja existe e ja serve a população, estiver repleta de melhorias, utilizando única e exclusivamente dos valores de nossos impostos pagos através da mera propriedade de veículo. Até então, toda e qualquer idéia alternativa será meramente eleitoreira, frágil, demagoga e hipócrita.

 

Texto de Leo Toffaneto

Amigos da Sp- 304

Notícias relacionadas