Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Parque Ecológico de Americana divulga laudo da morte da girafa


A direção do Parque Ecológico Municipal “Eng. Cid de Almeida Franco” divulgou nesta quinta-feira (17/11) o resultado do laudo da morte da fêmea de girafa (Giraffa camelopardalis), chamada de “Sininho”, que veio a óbito no dia 24 de agosto deste ano. De acordo com o laudo, a morte do animal foi causada por um colapso cardiorrespiratório devido a uma cardiopatia.

 

A girafa nasceu em 4 de setembro de 2001, no Zoológico de São Paulo, e foi transferida para Americana em 22 de setembro de 2002. O animal é considerado uma espécie de difícil manejo em cativeiro, pelo grande porte, e em função de risco de anestesia, estava em observação pelos biólogos e veterinários, pois apresentava, nos últimos 10 dias de vida, sinais de mudança de comportamento e resistência alimentar, levando ao alerta de um possível problema.

 

Iniciou-se, então, uma rotina veterinária de diagnóstico e tratamento. O animal ficou em observação pelos biólogos e veterinários do parque e sua alimentação chegou a ser modificada na tentativa de uma melhor ingestão da sua dieta, comentou João Carlos Tancredi, diretor do Parque Ecológico.

 

A equipe do Zoológico de São Paulo acompanhou o procedimento de necropsia e coleta de material para exames complementares que definiram a causa da morte.

 

Confira o atestado de óbito da Girafa

 

Unidade de Imprensa – Daniela Alves

 

 

Comentários

Dennis Moraes