24Horas Piracicaba 

Paixão de Cristo de Piracicaba celebra a 30ª edição consecutiva

Com ensaios todos os domingos, das 15 às 18 horas, no Engenho Central, a Paixão de Cristo de Piracicaba chega à sua 30ª edição consecutiva na Semana Santa (de 14 e 21 de abril). Prestigiado por pessoas de diversas regiões do País, o espetáculo a céu aberto emociona o público, inclusive quem já assistiu, mas retorna para ver as novidades de cada apresentação.

 

Realizada pela Associação Cultural e Teatral Guarantã, a Paixão de Cristo de Piracicaba vai além da apresentação teatral centrada na epopeia bíblica. O espetáculo com cerca de duas horas de duração surpreende em cada cena, fazendo o público ficar atento nos principais detalhes: cavalos, encenações, luzes e a movimentação que toma conta da cidade cenográfica montada especialmente para o espetáculo.

 

Contando com a participação de um elenco formado por cerca de 250 voluntários, figurantes e técnicos, a Paixão de Cristo de Piracicaba é considerada uma das melhores montagens cênicas do país e a maior de todo centro sul do Brasil.

 

Como já é tradição, as nove apresentações ocorrem entre os Domingos de Ramos e de Páscoa, sempre às 20 horas, com sessão extra (diurna) na Sexta-feira Santa. Neste ano, a direção geral é do artista e produtor cultural Marcos Thadeus, com assistência de Edvaldo Oliveira, um dos fundadores da Associação Cultural e Teatral Guarantã. A produção é de Anelisa Ferraz, que também faz parte da Associação e pela primeira vez ocupa o cargo na composição do espetáculo.

 

ESPETÁCULO

Lembrando uma verdadeira cidade cenográfica, a história transcorre em cenas simultâneas para permitir ao público uma completa visibilidade de todos os palcos que compõem a estrutura espalhada pela área principal do Engenho Central.

 

No decorrer da apresentação o espectador sente-se envolvido pelo clima do espetáculo, num realismo obtido graças aos inúmeros efeitos cênicos e técnicos. A dramaticidade da trilha sonora, juntamente com os recursos utilizados, como carruagens, bigas, soldados e artistas circenses, remetem o público à própria época.

 

Por isso, nestas trinta edições ininterruptas, a Paixão de Cristo de Piracicaba continua sendo reconhecida pela crítica especializada como um dos melhores espetáculos do gênero no Brasil.

 

ELENCO

Entre as novidades desta edição, está a participação de dois atores e duas atrizes para interpretarem Jesus e sua mãe, Maria. A ideia é a de que haja um revezamento entre os pares durantes as oito noites de apresentações.

 

Em um dos pares, Jesus e Maria serão Giovani Bruno e Rosangela Pereira, que viverão os personagens adultos. Na mesma montagem, Rafael Henrique será Jesus jovem e Leticia Acácio, Maria jovem.

 

O outro será composto por Guilherme Quadrado e Tânia Christofoletti, enquanto Jesus jovem será interpretado Lucas Lara Naléssio e Maria jovem, por Juliana Gerage. O bebê Benício Rafael interpretará Jesus recém-nascido (em algumas cenas) e Leonardo Yuji Kassagui será a criança em todos os dias.

 

Outros personagens clássicos da história como João Batista será interpretado por Samuel Zanatta; Luis Henrique Teo de Lara (Pilatos); Dante Skall (Herodes) e Letícia Navarro (Herodíades). Ivan Daniel interpretará Judas; Tiara Solva será Madalena e Isabelle Costa, Salomé.

 

PARTICIPE DO ELENCO

Para participar não é preciso experiência teatral, basta se inscrever. Os interessados em compor o elenco da Paixão de Cristo de Piracicaba devem comparecer no Engenho Central durante os ensaios dominicais. A participação é aberta à comunidade e não há limite de idade. Menores de 18 anos deverão ir acompanhados dos pais ou responsáveis.

 

SERVIÇO

Mais informações estão disponíveis na sede do Guarantã, com Leonardo Moraes, pelo telefone (19) 3413.7888, pelo e-mail: leonardo@guaranta.org.br, site www.guaranta.org.br e facebook.com/guaranta.associacao

 

Comentários

Leia também...