RMC 

‘Outubro Rosa’ e ‘Novembro Azul’ passam a fazer parte do Calendário Oficial de Nova Odessa

Os eventos “Outubro Rosa” e “Novembro Azul” passam a fazer parte do Calendário Oficial do Município. O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza sancionou as duas leis de autoria do vereador Wladiney Pereira Brígida, o Polaco, que foram aprovadas pela Câmara. O “Outubro Rosa” tem como objetivo conscientizar as mulheres sobre o câncer de mama. Já o “Novembro Azul” realiza ações de prevenção ao câncer de próstata e promoção da saúde do homem.

“O Outubro Rosa é um movimento internacional que simboliza a luta contra o câncer de mama, estimulando a participação da população, empresas e entidades nas ações para divulgação de informações sobre a doença”, disse o vereador. “Diversas celebridades e instituições apoiam a campanha e muitos eventos são criados para espalhar informação e arrecadar dinheiro para a causa”, completou Polaco, sobre o ‘Novembro Azul’.

Em 2018,  “Outubro Rosa” – evento que em Nova Odessa é organizado pela primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andréa Souza, em parceria com a Secretaria de Saúde – realizou a venda de mais de 500 camisetas e a arrecadação serviu para custear mais de 200 mamografias e ultrassons de mama. A Secretaria de Saúde também realizou palestras em UBSs (unidades básicas de saúde) e no Ambulatório de Especialidades, além da agenda de coleta dos exames Papanicolau nas cinco UBS’s.

“O outubro é rosa para homens e mulheres. Uma ação especial que ajuda a zerarmos de imediato a demanda pela especialidade, colaborando na prevenção que já é realizada na Atenção Básica da Secretaria de Saúde”, explica o secretário Vanderlei Cocato. “O câncer de mama é o que mais atinge as mulheres e uma medida simples, o autoexame, ajuda bastante a detectar”, ressalta Andréa. “É importante as mulheres terem cada vez mais consciência da importância de se cuidar e os homens também apoiando a nobre causa”, explica a presidente do Fundo Social.

NOVEMBRO AZUL. Já o “Novembro Azul” tem como foco ações de prevenção e conscientização sobre o câncer de próstata. No ano passado, o mutirão realizado no Ambulatório de Especialidades atendeu mais de 400 pacientes, que passaram por consulta. “Infelizmente ainda há muito preconceito em relação aos exames de prevenção ao câncer de próstata. Este é o segundo câncer que mais mata e a conscientização e prevenção são o melhor remédio”, afirmou Cocato.

Comentários

Leia também...