Nova Odessa: Consultoria potencializa repertório linguístico de estudantes


A empresa novaodessense Maestrello, consultoria especializada em Linguística, promoveu nos últimos dias mais uma de suas formações educacionais no Colégio Externato Rio Branco, de São Bernardo do Campo (SP). Na quarta-feira (11) e ontem, duas oficinas foram ministradas para cerca de 40 estudantes dos ensinos Fundamental II e Médio.

“O objetivo dessa atividade foi ensinar técnicas de elaboração de projeto para potencializar o repertório linguístico dos alunos, visando atender à Leitura e Produção de Texto [LPT]. Houve uma boa participação dos estudantes nesses encontros, que aprenderam dicas de como escrever melhor e como corrigir seus próprios textos de forma lúdica”, informou diretora executiva da consultoria, Ana Lúcia Maestrello.

Segundo a direção da escola, a formação, denominada “Entre Textos: Projeto Linguístico”, garantiu aos participantes uma importante orientação para o vestibular. “Eles notaram, durante todo o processo, que é possível potencializar a escrita por meio de projetos idealizados, executados e avaliados por eles mesmos, garantindo, assim, a autonomia de produção textual, bem como uma maior qualidade das redações – tão temidas pelos estudantes no período de vestibulares”, ressaltou Ana.

Para cumprir seu objetivo, a Maestrello trabalhou, com a ajuda dos professores de todas as disciplinas do colégio, o recorte de sua metodologia, intitulada “Antecipação Linguística”.

“Por meio da seleção de palavras chaves, os alunos confeccionaram seus projetos, a fim de garantir a chamada aprendizagem colaborativa, uma vez que os grupos formados eram de estudantes de diferentes idades. Além disso, os professores apresentarão os trabalhos à direção do Externato Rio Branco”, comentou ela.

A Maestrello Consultoria Linguística, que desenvolve sua metodologia desde 2012 no colégio, ensina às educadoras seis técnicas para execução de seu trabalho: comportamento de leitor, sondagem, antecipação linguística (trabalhada nessa última formação), leitura, seminários e narrativa – que é avaliada em forma de simulado, e tem proporcionado resultados positivos para todos os envolvidos no processo de ensino/aprendizagem.

“Vejo que essas oficinas foram fundamentais para esclarecermos dúvidas, quanto à compreensão dos alunos. O trabalho dos professores foi alinhado para o melhor aproveitamento das aulas de LPT”, apontou a educadora Thaís Milan Gil.

 

Mais informações: Maestrello Consultoria Linguística – (19) 98376-8000.

 

 

Comentários

Notícias relacionadas