24Horas RMC 

Nível do Rio Piracicaba chega a 3,9 m e põe a Defesa Civil local em atenção.

Rio Piracicaba
                                                            Foto: Thomaz Fernandes/G1 

Manancial que corta a cidade pode transbordar com nível a partir de 4,2 m.
No Largo dos Pescadores, água avançou três metros em direção à calçada.

O nível do Rio Piracicaba atingiu 3,9 metros no início da tarde deste domingo (13), com vazão de 400 metros cúbicos de água por segundo, o que coloca a Defesa Civil em estado de atenção para transbordamentos e alagamentos de áreas ribeirinhas.O manancial se torna uma ameaça com o nível a partir de 4,2 metros. Na rampa de barcos do Largo dos Pescadores, nas imediações da Rua do Porto, por exemplo, a água já avançou ao menos três metros em direção à calçada.Entre a zero hora de sábado (12) e as 14h deste domingo choveu em Piracicaba (SP) 77 milímetros, conforme medição da estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Não houve incidentes gerados pelo volume, de acordo com a Defesa Civil local.O problema é que, além da chuva que caiu no município, o Rio Piracicaba recebe água de precipitações de outras cidades da região, o que contribui para a vazão aumentar. E o tempo chuvoso deve continuar até quarta-feira (16), segundo a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil.Plano anti-enchente
Em outubro de 2012, a Prefeitura anunciou mudanças no trabalho de prevenção e contenção de enchentes no município, que é cortado pelo Rio Piracicaba. Uma das medidas é melhorar a comunicação entre a Defesa Civil e os moradores das áreas suscetíveis a alagamentos e, assim, antecipar a remoção das famílias.

Outra proposta é reclassificar os imóveis localizados nas áreas com risco de enchentes. Na Rua do Porto, por exemplo, residências e estabelecimentos comerciais são numerados com placas conforme a prioridade para remoção de pessoas e utensílios em caso de alagamento.

A Prefeitura anunciou ainda que carros de som também serão usados para alertar os moradores. Além da Rua do Porto, os veículos devem percorrer ruas da Vila Rios e dos bairros Bongue e Ondinhas, que também ficam às margens do Rio Piracicaba.

Fonte: g1

Comentários

Leia também...

Deixe uma resposta