24horas Santa Bárbara d´Oeste 

Morre o Empresário Casemiro Alves da Silva, o Pinguim

O velório do empresário Casemiro Alves da Silva, o Pinguim, 91 anos, começa às 13h no salão social do União Barbarense, do qual também foi presidente. Pinguim morreu ontem à tarde, 17h25, no Hospital Albert Eisntein, em São Paulo, onde estava internado para fazer exames e pela saúde um pouco debilitada.

Hoje, deveria ser transferida para o quarto normal, vez que estava na semi-intensiva do hospital, mas passou mal e morreu, vítima de embolia pulmonar.

Pinguim era empresário proprietário do Centro Comercial Pinguim, situado no centro da cidade. Era viúvo de Maria de Lourdes Alves da Silva, Dona Nena, e deixa os filhos Neusa e Walmir. O sepultamento está marcado para amanhã (13), às 15h, no Cemitério Campo da Ressurreição, em Santa Bárbara d’Oeste.

HOMENAGEM

Em seu perfil no Facebook, Neusa Silva, homenageou o pai, escrevendo: “Meu pai, o Casemiro, o famoso Pinguim, nos deixou como ele queria, rapidamente, sem sofrimento. Uma vida excepcional, de muita luta, muito amor e muita alegria. Deus o abençoou muito por sua vida de 91 anos”.

 

UNIÃO

Casemiro foi presidente do União Barbarense entre os anos de 1967 e 1971, considerados os “anos dourados” do alvinegro. Em 1967, conseguiu levar o União a ser campeão da 2ª Divisão de Acesso e no ano seguinte disputou a principal divisão de acesso da FPF em sua primeira tentativa de subir e chegar à elite do futebol paulista.

Durante o ano do título, o União adotou o leão como mascote, e passou a ser chamado de “Leão da 13”, em alusão à Rua 13 de Maio, que passa ao lado do campo de futebol. Além das conquistas na área do futebol, Pinguim foi responsável direto pelo clube do campo do União (área sócio-recreativa).

Do Portal Região Hoje / Com informações livro Santa Bárbara em um século de esportes, de J.J.Bellani

Comentários

Notícias relacionadas