24horas Esportes 

Love marca no fim, Corinthians vence São Paulo e é tricampeão

Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Depois de 2017 e 2018, o Corinthians de Fábio Carille conquistou o título do Paulistão Sicredi mais uma vez. O tricampeonato veio na tarde deste domingo, com uma vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, em jogo na Arena Corinthians. Após o primeiro tempo terminar empatado, com gols de Danilo Avelar e Antony, a partida só foi decidida aos 43 do segundo tempo, quando Vagner Love marcou um belo gol.

A conquista leva o Corinthians ao quarto tricampeonato de sua história. Mais do que isso, esse é o 30º título paulista da equipe alvinegra, maior vencedora da competição. O São Paulo, por sua vez, perdeu a chance de encerrar um jejum de 14 anos sem vencer o estadual e de sete sem conquistar nenhum título.

A partida começou com a tensão típica de uma decisão, com os dois times buscando colocar intensidade na partida, mas ambos demonstravam bastante nervosismo. A metade inicial do primeiro tempo teve certo equilíbrio nas ações de ataque. O grande problema para os dois lados era a enorme quantidade de passes errados, geralmente no último terço do campo, tanto que as finalizações foram escassas.

Pelo Corinthians, as coisas ficavam mais perto de dar certo pelo lado direito, com Pedrinho e Fagner bastante participativos, apesar de muitos dos lances serem interceptados. Mas não foi por aí que o time da casa achou o caminho do gol, mas sim na bola parada, como em tantas oportunidades durante o campeonato. Aos 30 minutos, Ralf ajeitou de cabeça após cobrança de escanteio de Sornoza e Danielo Avalar, também de cabeça, mandou para a rede.

Depois do gol, o Corinthians ficou um pouco mais à vontade e viveu um momento melhor na partida. A grande chance de fazer o segundo foi aos 42 minutos, quando Fagner recebeu de Pedrinho, entrou na área e bateu no canto, mas parou em boa defesa de Volpi.

Outra oportunidade poderia ter sido criada aos 47, em lance no qual Clayson fez um corta-luz perto da entrada da área e viu a bola apenas bater em Gustavo, que não estava preparado para a decisão do companheiro. No contra-ataque, o São Paulo chegou rápido ao campo de defesa corintiano. Antony ficou com a bola na meia-lua e chutou colocado para empatar o jogo.

O São Paulo voltou para o segundo tempo com Hernanes no lugar de Everton Felipe. O camisa 15 entrou com bastante liberdade no ataque, sem muita obrigação de marcação, e foi muito procurado pelos companheiros, mas a bola não chegava muito limpa. De qualquer maneira, os primeiros minutos tiveram um ligeiro domínio dos são-paulinos, que ao menos conseguiam manter mais a posse de bola.

Na sequência, a partida correu sem muito lances agudos. Era perceptível também o receio em se abrir demais, com a defesa como prioridade. Nas chegadas ao ataque, os erros de passe persistiram, assim como no início da primeira etapa. Tiago Volpi e Cássio pouco participaram do jogo.

O cenário não se alterou muito, com hesitação constante e pouca iniciativa. Em um lance de rara felicidade, no entanto, o Corinthians fez Itaquera explodir. Aos 43 minutos, Sornoza recebeu de Boselli perto do meio de campo e mandou um lindo lançamento. A bola encontou Vagner de Love, que bateu de primeira para marcar o gol do título.

Ficha Técnica

Corinthians 2×1 São Paulo

Jogo de Ida: São Paulo 0x0 Corinthians
Data: 21/04/19
Hora: 16h
Local: Arena Corinthians, em São Paulo

Corinthians: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique (Pedro Henrique) e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro, Pedrinho (Vagner Love) e Sornoza; Clayson e Gustavo (Boselli). Técnico Fábio Carille.

São Paulo: Tiago Volpi; Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Jucilei (Léo) e Igor Gomes; Antony, Everton Felipe (Hernanes) e Everton (Willian Farias).

Gols: Danilo Avelar (COR, aos 31’1ºT), Antony (SAO, aos 47’1ºT) e Vagner Love (COR, aos 43’2ºT)

Cartões amarelos: Fagner, Ramiro e Clayson (COR); Reinaldo (SAO)

FPF

Comentários

Notícias relacionadas