Artigos / Opinião 

Jovens forever

Foto: : Arquivo/Canção Nova

Por Tiago Marcon

Uma “alma jovem” é aquela que nunca perde sua capacidade de acreditar, ter esperança, recomeçar,  sonhar e amar. Jovem é aquele que todos os dias se encontra com Aquele que é sempre jovem e que gera vida e uma vida em abundância em nós.

A Exortação Apostólica Christus Vivit nos mostra claramente que “Cristo Vive: é Ele a nossa esperança e a mais bela juventude deste mundo! Tudo o que toca torna-se jovem, fica novo, enche-se de vida. Por isso as primeiras palavras, que quero dirigir a cada jovem cristão, são estas: Ele vive e quer-te vivo! Está em ti, está contigo e jamais te deixa. Por mais que te possas afastar, junto de ti está o Ressuscitado, que te chama e espera por ti para recomeçar. Quando te sentires envelhecido pela tristeza, os rancores, os medos, as dúvidas ou os fracassos, Jesus estará a teu lado para te devolver a força e a esperança.”

Cristo, de forma alguma quer que nós deixemos de ser quem somos, mas sim que sejamos autênticos, e não meros resultados de opiniões alheias, de marcas, conceitos e ideologias que querem nos descaracterizar. Cristo quer tirar de nós os excessos, aqueles que vão roubando nossa liberdade, nossas características, que nos escravizam e nos condicionam. Do contrário, aí sim corremos o risco de “envelhecer”, isto é, viver uma vida velha, que vai nos conduzindo em direção a um caminho de morte eterna.

 

Também na Exortação Apostólica Chritus Vivit, dirigida a nós jovens, fica evidente o exemplo de tantos jovens da Sagrada Escritura que, como eu e você, tinham semelhantes conflitos, medos, sonhos, frustrações, desafios. A vida de cada um tem muito a nos ensinar. E Jesus Cristo, o sempre jovem, nos mostra o caminho que nos levará à verdadeira realização, e ao encontro das aspirações mais profundas que trazemos em nós.

Precisamos reaprender a sonhar, a acreditar que nós jovens somos o “agora de Deus”, e que por isso podemos nos comprometer, sendo corajosos, destemidos, uma juventude que não para e não se deixa paralisar.

O segredo para uma vida frutuosa, fecunda, que floresça e não esmoreça, é termos raízes, aquelas bem profundas, que nos garantem extrair tudo aquilo que precisamos para nos desenvolver, amadurecer, crescer e frutificar. Estar enraizados em Cristo, onde então não seremos levados por qualquer ventania contrária que tente nos arrancar e lançar para longe. Deus conta conosco, a Igreja, o Papa confia em nós:

“Queridos jovens, ficarei feliz vendo-vos correr mais rápido do que os lentos e medrosos. Correi atraídos por aquele Rosto tão amado, que adoramos na sagrada Eucaristia e reconhecemos na carne do irmão que sofre. O Espírito Santo vos impulsione nesta corrida para a frente. A Igreja precisa do vosso ímpeto, das vossas intuições, da vossa fé. Nós temos necessidade disto! E quando chegardes aonde nós ainda não chegamos, tende a paciência de esperar por nós.”

 

Tiago Marcon é missionário celibatário da Comunidade Canção Nova, apresentador do programa de TV “Revolução Jesus” e autor dos livros: “Em busca do Reino de Uranôn”, “A normal vida secreta de um jovem” e “Os Castos e os Gastos – Descubra os ganhos e as perdas da castidade.

Comentários

Notícias relacionadas