Incubadora de Empresas lança “Natal Solidário” em prol da Casa da Criança


Os empresários que fazem parte da Incubadora de Empresas “João José Sans” de Santa Bárbara d´Oeste, entidade existente por um convênio entre Prefeitura e UNIMEP, com o apoio do SEBRAE e Ciesp, lançaram nesta terça-feira (10) a campanha “Natal Solidário”. A ação foi oficializada com a visita a ABE (Associação de Beneficência e Educação) – Casa da Criança, entidade que será beneficiada com a ação do grupo de empresários que têm o objetivo de proporcionar uma confraternização de Natal especial, com presentes às 24 crianças e adolescentes acolhidas no abrigo da entidade.

“Queremos mobilizar a sociedade, com uma campanha de conscientização por meio do exemplo. A Casa da Criança foi escolhida, pois ajuda as crianças a se tornarem futuros cidadãos”, declarou o gestor da Incubadora de Empresas, Daniel Monaro.

De acordo com a coordenadora geral da ABE – Casa da Criança, Liliane Garcia, a iniciativa é muito importante. “É uma grande ajuda para proporcionar às crianças e adolescentes o que eles geralmente não têm acesso”, declarou a coordenadora. “Ações como esta ajudam a amenizar a condição do distanciamento das famílias. Esse contato, esse carinho é importante em datas marcantes como o Natal”, declarou a coordenadora do Acolhimento Institucional – Serviço de Proteção Social Especial – Alta Complexidade (Abrigo) da Casa da Criança, Maria Elvira Guarda.

“Nós temos que impulsionar as empresas a terem seu lado social, a ajudar a sociedade”, declarou Lilian Vieira, representante dos empresários. De acordo com ela, as 10 empresas da incubadora aderiram ao “Natal Solidário”.

ABE – Casa da Criança

A Casa da Criança tem 57 anos e é uma instituição assistencial de caráter filantrópico, sem fins lucrativos, composta por uma rede multidisciplinar de profissionais e voluntários. A missão é contribuir no desenvolvimento humano através de ações psicopedagógicas e assistenciais, baseadas em valores humanos com crianças, adolescentes e famílias visando a sua realização plena.

Na creche, voltada às famílias carentes, são 450 crianças atendidas gratuitamente. No Acolhimento, 24 crianças e adolescentes (até os 17 anos) moram em uma casa e têm rotina próxima a familiar. Os moradores do Abrigo foram encaminhados pelo Conselho Tutelar e Vara da Infância e Juventude. Na entidade há um programa de assessoramento às famílias, o “Espaço da Família”, a fim de prepará-las a receber a criança de volta em casa. “As crianças são vítimas da situação. Por isso buscamos parcerias para capacitar as famílias, para terem uma renda, além de outras ações”, declarou Maria Elvira. “Este ano algumas mães participaram de um curso na Bombril para aprenderem corretamente quais produtos de limpeza usar, de que maneira limpar e arrumar uma casa para poderem trabalhar com faxina”, concluiu.

A Casa da Criança mantém uma campanha contínua e recebe doação de leite, itens de alimentação e vestuário. Os interessados em ajudar podem levar as doações na Avenida dos Bandeirantes, 705, Vila Oliveira. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (19) 3499.1910. O site oficial da entidade é www.abecasadacrianca.com.br.

Informações da ABE-Casa da Criança

Fotos: Eduardo Deffanti

 

Comentários

Notícias relacionadas