Giovanni Bonfim e Carlão Motorista apresentam pedidos para diferentes áreas ao secretário de Esporte


Os vereadores Giovanni Bonfim e Antonio Carlos Ribeiro, o Carlão Motorista, ambos do PDT, estiveram, na tarde de hoje (9), reunidos com o secretário municipal de Esportes, Vinícius Furlan, levando reivindicações da população. Foram apresentados pedidos com relação ao campo de futebol localizado entre as ruas Noruega, França e Suécia. Além de reparos nos alambrados, atualmente caídos, o local também precisa de melhorias na iluminação pública, uma vez que, no período noturno, o local se torna ermo e usuários de entorpecentes se aproveitam da situação, permanecendo no local e deixando a população do entorno receosa quanto ao perigo iminente de roubos e furtos. Para essa mesma questão, os vereadores solicitaram empenho para que fosse realizada limpeza no entorno, pois há entulho jogado e os munícipes reclamam que ratazanas, aranhas, escorpiões e até mesmo cobras, que estão aparecendo nas residências, colocando em risco a integridade física dos moradores.

Na oportunidade, Giovanni e Carlão também fizeram pedidos quanto a obras de melhorias no cruzamento entre as ruas Mococa, Egídio Barbosa e avenida Mogi-Guaçu, no Planalto do Sol II. Os moradores procuraram pelos vereadores na última quarta-feira (4) e pediram a instalação de academia ao ar-livre, assim como a construção de uma pista de caminhada em concreto ou em saibro, para que os moradores possam desfrutar deste lazer. Os parlamentares solicitaram, ainda, a melhoria na iluminação pública da área que está precária e atrai usuários de entorpecentes, os quais, inclusive, já realizaram furtos a pedestres que passavam pelas imediações.

Por fim, os vereadores levaram ao secretário uma situação que estaria incomodando os portadores de necessidades especiais que frequentam a academia adaptada do Parque dos Ipês e estão temerosos quanto à possibilidade de remoção dos equipamentos e transferência para o Centro Social Urbano. Aos vereadores, o secretário afirmou que de fato houve a cogitação de mudança, que não será mais realizada, dada a dificuldade em se retirar os equipamentos. Na atual conjuntura, seria mais fácil pleitear e lutar para conseguir recursos para a construção de uma nova academia adaptada dentro do Centro Social Urbano do que retirar a que já está em funcionamento no Parque dos Ipês.

Comentários

Notícias relacionadas