Fundo Social de Nova Odessa busca ampliação de cursos


Reunião com Lu Alckmin, em São Paulo, trouxe novidades para os municípios

 

O Fundo Social de Solidariedade de Nova Odessa pretende, para este ano, expandir e ampliar alguns cursos oferecidos gratuitamente no município. A primeira-dama e presidente do Fundo Social, Andréa Souza, participou de reunião com a primeira-dama e presidente do Fussesp (Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo), Lu Alckmin, que apresentou as novidades e diretrizes dos projetos desenvolvidos em parceria com as cidades.

A 5ª Reunião de Trabalho do Fussesp ocorreu terça-feira (31) no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, contando com a presença de prefeitos, primeiras-damas e presidentes de Fundos Municipais de 29 municípios da região de Campinas. Ao todo, serão 20 encontros até o mês de maio, reunindo representantes de todas as regiões do Estado.

O encontro teve objetivo de mostrar os projetos da Escola de Qualificação Profissional e da Horta Educativa que já estão em andamento, além de apresentar as novidades para 2017, como as novas parcerias que podem ser firmadas com os municípios nas áreas de Moda, Beleza, Construção Civil e Padaria Artesanal.

Este ano vamos levar para o interior os workshops de Moda e de Beleza, a Escola de Construção Civil e novos cursos, além de 28 Polos Regionais da Padaria Artesanal”, anunciou Lu Alckmin. Desde 2011, mais de 159 mil pessoas foram qualificadas nas unidades próprias e nos Polos localizados na capital e no interior.

Andréa Souza disse que a pretensão para este ano é ampliar a oferta de cursos na cidade. “Pretendemos expandir alguns cursos já disponibilizados. Por exemplo, agora haverá o de Spa Facial, que é continuidade do curso de Design de Sobrancelhas que oferecemos”, cita. O Fundo Social do Estado realizará visitas técnicas nos municípios que estão solicitando os cursos, para confirmar as parcerias.

A dirigente do Fundo Social pretende se reunir com empresários e comerciantes locais, visando à celebração de parcerias para obter materiais e assim viabilizar novos cursos – o Governo do Estado fornece apostilas e maquinário. “As pessoas precisam de oportunidades para mudar e melhorar de vida através de capacitação profissional. É isso o quê buscamos oferecer”, completa Andréa Souza.

Levando-se em conta somente os dias úteis dos últimos quatro anos, em média, pelo menos uma pessoa por dia obteve um certificado de conclusão de curso profissionalizante oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade. São mais de 1.100 pessoas de Nova Odessa que concluíram um dos 13 cursos gratuitos oferecidos pela Prefeitura desde 2013.

Foram oferecidos na Escola de Beleza, que fica dentro do Clube da Melhor Idade, os cursos de Design de Sobrancelhas e Depilação, Manicure, Massoterapia, Maquiador e Auxiliar de Cabeleireiro, além de qualificação de Artesanato em Fitas, Patchwork, Artesanato em Chinelos e Corte e Costura.

Como extensão para os cursos do Fundo Social ligados à área da gastronomia, foram realizados na cozinha industrial do CTVP (Centro de Treinamento e Valorização Profissional) Dr. Atayde Gomes outros três cursos: Padaria Artesanal, Kit Festa e Produção de Panetones. E através de parceria com o Sesi, também foi oferecido o curso Alimente-se Bem, em uma unidade móvel instalada em frente à Prefeitura.

Comentários

Notícias relacionadas