Variedades 

Especialista dá dicas de como poupar dinheiro

Guardar uma porcentagem ou um valor fixo por mês pode ser a solução para o futuro, defende o educador financeiro, Uesley Lima.

Os levantamentos são inúmeros. Seja durante o Natal, a Páscoa ou o Dia das Mães. O fato é que 56% da população brasileira não conseguem guardar dinheiro por não conseguirem administrá-lo corretamente e, assim, acabam gastando mais do que recebem. Esses dados foram divulgados em 2018 pelo Indicador de Bem-Estar Financeiro da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito).

Essa necessidade que temos de gastar, de adquirir algum bem, nos acompanha desde muito cedo. Segundo Uesley Lima, especialista em Bolsa de Valores e fundador do Grupo The One, esse impulso se inicia na infância. “Começa a se deparar com os carrinhos, com as bonecas, com as bolas, e já começa a entender o que é valor. Então, a noção de que precisa ter dinheiro para comprar alguma coisa, ela é colocada em nossa cabeça muito cedo”, exemplifica. Ele aponta que não é ensinado às crianças como conseguir dinheiro, apenas que ele é necessário para obter algo.

Seria então esse um dos maiores causadores da questão “como faço para juntar dinheiro?” Para o especialista, o primeiro ponto é justamente que não aprendemos como fazer isso, apenas que consumir vai dar o direito de possuir o que se deseja. “Não temos educação financeira na escola. A gente não é um país que precisa aprender a investir muito cedo para alcançar as melhores oportunidades de juros, porque somos um país com alta de juros. Aí a educação financeira vai ficando de lado, a vida vai passando e você não consegue acumular nada”, destaca.

Portanto, o ideal é começar a poupar um pouco do salário por mês. Mas não um valor insignificante, que no somatório não fará diferença no futuro. “O que faz a gente enriquecer no futuro é o tanto que conseguirmos acumular. É simplesmente o tanto que a gente ganha por quanto gastamos”, assinala Uesley. De acordo com seus ensinamentos, a fórmula para alcançar uma boa quantidade de dinheiro acumulada é transformar essa prática em um hábito. “Se eu ganhar R$ 5 mil por mês e gastar R$ 4 mil, eu sei que consigo acumular mil reais todos os meses e é isso que eu vou conseguir projetar para o futuro. Ou seja, em doze meses, sem contar juros nem nada, eu já terei R$ 12 mil guardado”, ressalta. Fazendo disso um hábito, em determinado mês que se conseguir armazenar mais do que no anterior, será gerado um sentimento de satisfação que poderá substituir aquele que se sente quando se compra algo.

“Antes de sair gastando, antes de sair comprando, ou até mesmo pagando as contas, crie o costume de separar o dinheiro da sua acumulação. Isso pode ser feito de duas formas: ou você separa a partir de uma porcentagem do que você ganha, como 10% à 20%, ou separa um valor fixo por mês”, ensina. O especialista aponta que no método da porcentagem o ideal é se trabalhar com 20% do valor fixo e afirma que, das duas opções, esta é a melhor para quem deseja juntar dinheiro. “A vantagem de ser em porcentagem é que se você tiver aumento no salário, percentualmente você vai conseguir acumular mais.”

Além dessas dicas, Uesley aconselha: “Poupe pensando na sua fase de acumulação. Poupe pensando que daqui a pouco, como a vida passa rápido, você não vai ter tanto poder de acumulação que você tem hoje”.

Comentários

Notícias relacionadas

%d blogueiros gostam disto: