Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Dodge exibe no Salão do Automóvel de São Paulo o Challenger SRT Hellcat

Motor V8 HEMI® Hellcat 6.2 Supercharger entrega números recordes: 717 cv de potência e 89,8 kgfm de torque 

O Dodge Challenger SRT Hellcat faz sua primeira aparição oficial no Brasil no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, de 10 a 20 de novembro no São Paulo Expo. O modelo é simplesmente o muscle car produzido em série mais rápido e poderoso da história. Tanta força vem do motor V8 HEMI® Hellcat de 6,2 litros com compressor, que produz 717 cv de potência a 6.200 rpm e 89,8 kgfm de torque a 4.800 rpm. A aceleração de 0 a 96 km/h (60 mph) ocorre em 3,5 segundos, e a velocidade chega a 320 km/h.

Essa usina de força do Challenger SRT Hellcat também se destaca por ser o primeiro propulsor HEMI supercomprimido de fábrica (sem turbo) e também o primeiro V8 sobrealimentado da Dodge. Outra primazia do Dodge Challenger SRT Hellcat dentro da FCA – Fiat Chrysler Automobiles é ter duas chaves – uma preta e outra vermelha. Somente a vermelha é que libera os 717 cv e todo o potencial do HEMI Hellcat, enquanto a chave preta limita o motorista a uma potência de “apenas” 500 cv.

Além do poderio arrebatador do inédito propulsor, o Dodge Challenger SRT Hellcat pode ser equipado com duas transmissões extremamente capazes, cada uma a seu modo. Há o câmbio automático TorqueFlite de oito marchas, com trocas sequenciais pelas aletas atrás do volante,  para quem quer o máximo de eficiência e conforto, sem deixar a esportividade de lado. Já os fãs de muscle cars mais puristas podem se deliciar com uma robusta caixa manual Tremec de seis marchas, a mesma que equipa o Dodge Viper.

 
Linha Dodge 2017

A Dodge continua oferecendo no país dois modelos de sete lugares com muita personalidade. Modelo importado mais vendido entre as marcas Chrysler, Dodge, Jeep e Ram desde 2009, o crossover Journey agora está disponível exclusivamente na versão R/T, sempre a mais procurada pelos clientes que buscam a versatilidade da cabine e a esportividade do motor Pentastar V6 de 3,6 litros e 280 cv.

Os consumidores que precisam de ainda mais espaço encontram uma solução no Dodge Durango. Com o mesmo propulsor do Journey, câmbio automático de oito marchas e tração integral, o SUV grande entrega dirigibilidade refinada e o estilo com o arrojo característico da marca.

Comentários

Dennis Moraes