Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Dirigentes da Indústrias Romi visitam o CEDOC da Fundação Romi

Visita de diretores da Indústrias Romi ao CEDOC, aconteceu no último dia 17

 

Na última terça-feira, dia 17, o Centro de Documentação Histórica – CEDOC da Fundação Romi recebeu a visita do presidente Luiz Cassiano Rando Rosolen, vice presidente William dos Reis, diretores Fábio Barbanti Taiar e Fernando Marcos Cassoni e dos gerentes Gerson Martins e Rogério Bosco da Indústrias Romi. Eles foram recepcionados pela presidente do Conselho Deliberativo da Fundação Romi, Dra. Patrícia Romi Cervone, o superintendente, Vainer Penatti, o secretário executivo, Elber Tomazella, e a coordenadora do CEDOC, Sandra Edilene de Souza Barborza.

Durante a reunião, os dirigentes da Indústrias Romi puderam conhecer mais de perto o trabalho de preservação e guarda de documentos do CEDOC, tanto da história da empresa quanto da cidade de Santa Bárbara d’Oeste. Também, viram como é feito scaneamento de negativo de vidro, conheceram a estrutura física que o CEDOC dispõe para guarda e preservação correta e técnica do acervo histórico, composto de milhares de material iconográfico, gráfico, recortes, jornais, vídeos e documentos.

A apresentação do Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi foi conduzida pelo superintendente e pela coordenadora do espaço. Trecho do discurso do Comendador Américo Emílio Romi, durante a cerimônia de inauguração da Fundação Romi em 1957, foi ouvido pelos dirigentes da Romi, e também foi exibido um vídeo, de 1947, que aborda a cidade de Santa Bárbara d’Oeste e o trabalho da Indústrias Romi.  “Para nós, Fundação Romi, foi uma honra recebe-los em nossa sede administrativa”, fala o superintendente  Vainer Penatti. “Os registros históricos mostram a contribuição da Indústrias Romi no desenvolvimento e geração de empregos em Santa Bárbara d’Oeste e região, além se ser manter a tradição de ser pioneira e inovadora em vários segmentos da indústria”, conclui.

Com a proximidade das comemorações de 90 anos da Indústrias Romi, fundada em 29 de junho de 1930, a visita mostrou que o trabalho de preservação de memória industrial é fundamental para quem está no mercado empresarial há quase um século. “O CEDOC tem o compromisso com a preservação da história da Indústrias Romi que é tão importante, quanto o que a empresa será daqui para frente e, para que o acervo seja preservado os documentos passam pelo processamento técnico, isto é, percorram as etapas de trabalho estabelecidas para o tratamento dos documentos: registro, identificação, catalogação, digitalização, higienização e acondicionamento”, explica a coordenadora do Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi, Sandra.

 

Sobre o CEDOC

O Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi é um espaço vivo de preservação da história, que além de resgatar todo o passado histórico de Santa Bárbara d’Oeste e região, atua na guarda, conservação e disponibilização do acervo da Fundação Romi e da Indústrias Romi – com destaque para o acervo do Romi-Isetta. Além de um espaço expositivo vivaz e dinâmico, o CEDOC realiza o projeto de Educação Patrimonial para crianças e adolescentes, realiza o Processamento Técnico de todos os documentos recebidos e ainda recebe exposições e palestras, promove visitas monitoradas e técnicas, oficinas de capacitação e experimentação. O CEDOC está localizado na Avenida João Ometto, 200, Jd. Panambi, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1558. www.fundacaoromi.org.br/cedoc.

 

Sobre a Fundação Romi

 

Seu legado iniciou em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi. Tendo como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura, a Fundação Romi é pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, beneficiando mais de 30 mil pessoas, por ano, através de seus dois grandes eixos: Educação e Cultura. Mantenedora do Núcleo de Educação Integrada, sua escola de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, oportuniza a formação integral, autônoma e protagonista de crianças, adolescentes e jovens. Além disso, promove, por meio de seu Centro de Documentação Histórica, projetos de educação patrimonial para crianças do Ensino Fundamental I, para reconhecimento e conhecimento da história local como elemento de cultura e cidadania. Somado a isso, seu Centro de Documentação Histórica também realiza o Processamento Técnico da memória do município para guarda, preservação e disponibilização do acervo à população para consulta e pesquisa. Dentre as unidades da Fundação Romi também está a Estação Cultural de Santa Bárbara d´Oeste que, por meio de oficinas livres, culturais e de formação, projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas atende milhares de pessoas por ano. A Fundação Romi está localizada à Avenida João Ometto, 200, Jd. Panambi, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.