Orquestra Paulistana de Viola Caipira - FotoPerigo24horas Piracicaba 

Da viola caipira à dança russa, 36ª Festa das Nações tem programação cultural intensa

Evento acontecerá de 15 a 19 de maio, no Engenho Central, em Piracicaba. Foto: Perigo

 

Garanta seu lugar em frente ao palco porque a programação cultural da 36ª Festa das Nações está cheia de atrações. Tem música caipira, chorinho, dança latina, portuguesa, italiana, do ventre, russa, além de manifestações como o maracatu, o samba de lenço e, claro, a Congada do Divino. As Rainhas da festa, todas voluntárias, também se apresentam. A Festa das Nações acontece de 15 a 19 de maio, no Engenho Central, em Piracicaba.

O primeiro dia, quarta-feira, 15/05, terá show das Rainhas, seguido da apresentação do grupo de danças japonesas Kimie Buyoo. O Quarteto Wagner Silva fecha o primeiro dia.

Na quinta, 16/05, após a apresentação das Rainhas, o palco da festa dá espaço para os bailarinos do Centro de Dança Pasion Latina e Cia Baila a lo Cubano. A Banda Instrumental Eloy Porto e Brasuká Sexteto, de jazz, fecha a noite.

Depois das Rainhas, na sexta, 17/05, o público poderá conferir o show do Grupo de Danças Folclóricas Casa de Portugal e, na sequência, a Orquestra de Viola As Piracicabanas.

No sábado, 18/05, a Festa começa às 11h e a primeira apresentação do dia será do Grupo Karon Cali de Dança Típica Árabe, às 12h. Na sequência, o espaço é da Banda Choro de Saia, Maracatu Baque Caipira, Samba de Lenço Mestre Antônio Carlos Ferraz, dança alemã com o Grupo Folclórico Grüne Stadt. Para as 19h está marcado um show de danças típicas coreanas, seguido da apresentação das Rainhas, outra de dança gaúcha, com o CTG Meu Pago. Às 22h, a Festa das Nações recebe pelo segundo ano a Orquestra Paulistana de Viola Caipira, que encerra a noite.

No dia 19, domingo, o Grupo de Congada do Divino Espírito Santo abre os shows, às 11h. Na sequência tem apresentação musical Aprendendo com a Música, projeto da Associação Atlética Educando pelo Esporte. Depois, o Grupo de Danças Típicas Bairro Santana e Grupo Santa Olímpia de Dança Folclórica. Quem perdeu a Orquestra Paulistana de Viola Caipira no sábado pode aproveitar um segundo show do grupo no domingo, às 14h.

Às 15h tem dança folclórica italiana com o grupo Nostra Itália e dança russa com a Companhia Balalaika. Os músicos da Orquestra Educacional de Piracicaba sobem ao palco às 17h e as Rainhas encerram a programação cultural da 36ª Festa das Nações às 18h.

REALIZAÇÃO – A Festa das Nações é realizada pela Fenapi (Associação Cultural Festa das Nações de Piracicaba), com uma parte dos recursos oriundos da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cidadania, por meio da Secretaria Especial da Cultura, e promovida pela Prefeitura de Piracicaba, por meio do Fussp (Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba), com organização da Secretaria Municipal de Governo e Desenvolvimento Econômico.

Os patrocinadores são a Caterpillar e Hyundai Motor Brasil (patrocínio Ouro), Chopp Germânia (patrocínio Prata), Arcelor Mittal, CJ do Brasil, Gás Express, Maravilhas do Lar, OJI Papéis Especiais, Sicredi e Unimed Piracicaba (patrocínio Bronze), com apoio da Águas do Mirante, Comgás, Delphi Technologies, Elring Klinger do Brasil e Grupo Pirasa. Apoio institucional: Net Claro.

SERVIÇO – 36ª Festa das Nações de Piracicaba. De 15 a 19 de maio, no Engenho Central, avenida Maurice Allain, 454. Ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). A venda antecipada acontece pelo site www.aloingressos.com.br. Todas as informações sobre a festa estão no site; http://www.festadasnacoespiracicaba.com.br/

Insta: @festadasnacoesdepiracicaba

Facebook: festadasnacoesdepiracicaba

 

Confira a programação completa da 36ª Festa das Nações de Piracicaba

 

15/05 – Quarta-feira

 

20h – Abertura oficial – Rainhas

21h – Grupo Kimie Buyoo de Danças Japonesas

Apresenta danças folclóricas, com movimentos que representam o trabalho nas plantações de arroz, nas colheitas, minas de carvão, pescarias, ao mesmo tempo em que agradecem a natureza pelo sol, pela chuva e pela boa colheita.

22h – Quarteto Wagner Silva

 

16/04 – Quinta-feira

20h – Rainhas

21h – Centro de Dança Pasion Latina e Cia Baila a lo CubanoO Centro de Dança Pasión Latina e a Cia de Dança Baila a lo Cubano divulga, fomenta e recria a cultura afro-latino-americana e popular cubana. Suas obras coreográficas vão do afro, jazz aos ritmos latinos.

22h – Banda Instrumental Eloy Porto e Brasuká Sexteto (Jazz) – Eloy Porto traz como destaque nesse trabalho as influências do samba, do choro e da gafieira. O Eloy Porto Sexteto faz-se acompanhar de grandes músicos com intensa vivência artística e pesquisa sobre o gênero brasileiro.

 

17/04 – Sexta-feira

20h – Rainhas

21h – Grupo de Danças Folclóricas Casa de Portugal

O grupo tem o objetivo de divulgar o folclore português ao povo brasileiro e manter vivas as tradições da Pátria-Mãe junto aos imigrantes. Composto atualmente por 48 pessoas, entre dançarinos, músicos e apoio, realiza um show muito alegre e dinâmico com o que há de mais representativo no folclore de norte a sul de Portugal.

22h – Orquestra de Viola: As Piracicabanas

A Orquestra de Viola Caipira As Piracicabanas tem o objetivo de incentivar e cultivar a genuina música raiz/caipira. Com a viola caipira como foco, o repertório traz sucessos como Rio de Lágrimas, de Lourival dos Santos e Tião Carreiro, e muitos outros clássicos.

 

18/04 – Sábado

12h – Grupo Karon Cali de Dança Típica Árabe

A Cia Karon Kali, criada em 1999, apresenta desde a dança do ventre clássica e principais folclores até dança do ventre moderna e estilizada, divulgando a magia desta arte milenar e todos os seus benefícios para o maior número de mulheres.

13h – Banda Choro de Saia

A proposta do grupo Choro de Saia é difundir o repertório de compositores renomados do choro e da MPB. As apresentações são uma combinação de letras alegres e marcantes de diversas canções da MPB e da execução refinada de choros tradicionais e modernos.

14h – Maracatu Baque Caipira

O Baque Caipira é uma manifestação cultural reconhecida por suas apresentações, vivências e oficinas, assim como seus encontros e ensaios que são realizados em espaços públicos da cidade. A apresentação na Festa das Nações tem como fundamento manifestar a grandeza dessa miscigenação cultural entre nordeste e o sudeste.

16h – Samba de Lenço Mestre Antônio Carlos Ferraz

O Samba de Lenço Mestre Antônio Carlos Ferraz surge para resgatar uma tradição que estava há mais de 6 décadas adormecida na cidade de Piracicaba. Faz uma releitura poética do samba que originou-se na África e agregou elementos da cultura indígena e portuguesa.

17h – Grupo Folclórico Alemão Grüne Stadt

O grupo pertence ao Centro Universitário de Maringá (PR) – Unicesumar. É considerado, desde o início da década de 1990, como um dos principais grupos folclóricos de etnia alemã do Brasil. Hoje, possui quase 100 integrantes, sendo dividido em Grupo Adulto, Grupo Infantil, Bandinha Típica e Orquestra Grüne Stadt.

19h – Apresentação de grupo de danças típicas Koreanas

20h – Rainhas

21h – CTG Meu Pago – Dança Gaúcha

O CTG Meu Pago é formado basicamente por jovens, filhos de gaúchos, sendo esses sócios ou fundadores da entidade tradicionalista. A instituição filantrópica tem como objetivo manter viva a chama do tradicionalismo gaúcho no Estado de São Paulo por meio da dança, música e poesia.

22h – Orquestra Paulistana de Viola Caipira

O grupo sob formação orquestral executa unicamente a viola de 10 cordas, a viola caipira, ícone da musicalidade rural no Brasil. Seu repertório eclético vai da música caipira de raiz a incursões geniais e inusitadas na música erudita, MPB, world music e new age.

 

19/04 – domingo

11h – Grupo de Congada do Divino Espírito Santo

A Congada de Piracicaba existe há mais de um século, surgindo a priori, como um grupo de pessoas que se reuniam nos meses que antecediam a festa em louvor ao Divino Espírito Santo, na qual fiéis, foliões, religiosos e marinheiros compunham uma Folia do Divino e visitavam as casas das zonas rural e urbana, onde eram recebidos pelos devotos para os rituais religiosos.

12h – Apresentação musical Aprendendo com a Música

O projeto Aprendendo com a Música é desenvolvido pela Associação Atlética Educando pelo Esporte.Utiliza instrumentos diversos, como flauta doce, fanfarra, violão, instrumento de sopro (madeiras: flauta transversal, clarinete, sax-alto e tenor) e metais: trompete, trombone e bombardino.

13h – Grupo de Danças Típicas Bairro Santana

Formado há 41 anos, tem como objetivo cultivar, manter e divulgar a tradição trentino-tirolesa trazida pelos antepassados vindos de Trento (cortesano). São seis grupos com faixa etária de 4 a 72 anos, num total de 75 integrantes.

13h30 – Grupo Santa Olímpia de Dança Folclórica

O Grupo Santa Olímpia de Danças Folclóricas mantém a tradição dos imigrantes tiroleses por meio de um repertório de danças típicas folclóricas, que são a maior expressão da alegria e liberdade do povo tirolês.

14h – Orquestra Paulistana de Viola Caipira

O grupo sob formação orquestral executa unicamente a viola de 10 cordas, a viola caipira, ícone da musicalidade rural no Brasil. Seu repertório eclético vai da música caipira de raiz a incursões geniais e inusitadas na música erudita, MPB, world music e new age.

15h – Grupo de Dança Folclórica Nostra Itália
O grupo mantém as tradições culturais e folclóricas italianas. É formado por descendentes de várias regiões da Itália. Conta com vários acessórios para a realização de suas demonstrações de dança, tais como pandeiros trazidos da Itália, e acessórios cenográficos, como o tacho de amassar uvas.

16h – Companhia Balalaika – Grupo de Dança Folclórica Russa

A Companhia Balalayka de Danças e Folclore da Rússia tem um importante projeto educativo e cultural, divulgando e preservando, as tradições, a culinária e o folclore da Rússia. Leva ao palco as características da dança russa: graça e leveza dos passos femininos e os precisos e acrobáticos passos masculinos.

17h – Orquestra Educacional de Piracicaba

A Orquestra Educacional de Piracicaba oferece acesso e oportunidade às pessoas para o desenvolvimento e aprimoramento técnico, musical e pessoal. O repertório é predominantemente da música erudita, mas abrange outros estilos, como música popular brasileira, pop-rock, jazz e trilha sonora.

18h – Rainhas – encerramento

Comentários

Notícias relacionadas