Corinthians vence Atlético (MG) e coloca mão na taça


Título ficou ainda mais perto do time paulista após a grande atuação na Arena Independência


Na considerada ‘final antecipada’ do Campeonato Brasileiro 2015, o Corinthians venceu o Atlético (MG), por 3 a 0, no Independência, em Belo Horizonte (MG), pela 33ª rodada, neste domingo à tarde (1). O resultado mantém o time paulista na liderança, agora com 73 pontos, 11 a mais que o próprio Atlético, segundo colocado, com 62. Uma vitória sobre o Coritiba, no próximo final de semana, pode garantir a taça ao time do Parque São Jorge.

Esta foi a sétima partida sem derrota do Corinthians no Brasileirão. O último revés aconteceu frente ao Internacional, por 2 a 1, em Porto Alegre, na 26ª rodada. Depois disso o time paulista venceu seis vezes (Santos, Figueirense, Goiás, Atlético-PR, Flamengo e agora Atlético-MG) e empatou uma única vez, com a Ponte Preta, em Campinas, por 2 a 2.

O duelo também marcou a 100º partida de Jadson com a camisa do Corinthians. O meia chegou ao clube no ano passado, vindo do São Paulo. Marcou 23 gols e tornou-se peça importante no esquema tático de Tite. Quer coroar estes números com o inédito título Brasileiro, que ainda não tem na carreira. É o artilheiro desta temporada, com 15 gols.

Nas últimas cinco rodadas o Corinthians enfrentará três times que lutam contra o rebaixamento: Coritiba (casa), Vasco (fora) e Avaí (casa). E ainda terá pela frente o clássico contra o São Paulo (casa) e o Sport (fora). Já o Atlético-MG terá pela frente: Figueirense (fora), São Paulo (fora), Goiás (casa), Grêmio (fora) e Chapecoense (casa).

Começo equilibrado
Com a bola rolando, Atlético (MG) e Corinthians fizeram um primeiro tempo equilibrado. Com os dois times criando chances de inaugurar o placar. A primeira oportunidade foi do time da casa. Aos oito minutos, Dátolo cobrou falta e o Leonardo Silva testou com perigo. Próximo a trave do goleiro Cássio.

A resposta do Corinthians demorou a acontecer. Veio aos 21 minutos, quando Renato Augusto viu Malcom livre na área. O atacante ficou cara a cara com o goleiro Victor, que fez boa defesa. Antes do intervalo o Atlético ainda criou outras duas chances, cada uma delas com Dátolo e Giovanni Augusto. Enquanto Malcom também teve a chance de colocar o Corinthians na frente do placar, mas parou na defesa mineira.

Os gols
No segundo tempo, os dois times foram ainda mais ofensivos. Logo no primeiro minuto, Leonardo Silva foi enganado pelo quique da bola e Malcom invadiu a área. Na hora da finalização foi travado por Marcos Rocha. A resposta mineira veio aos cinco, quando Luan fez jogada individual e cruzou na área. A bola sobrou para Rafael Carioca, que chutou forte, mas em cima de Cássio.

O Corinthians esteve sempre bem postado e com a bola nos pés assustava o Atlético-MG. Aos 22 minutos, Felipe cruzou da direita e Leonardo Silva afastou mal. Jadson dominou e encontrou Malcom, que cabeceou no contrapé de Victor, que nada pôde fazer. Não demorou e aos 29 minutos o Corinthians ampliou. Jadson deu grande assistência para Vagner Love. O atacante passou pelo marcador e chutou forte. Sem chances para Victor.

A vantagem fez com que o jogo perdesse a intensidade. O Atlético-MG seguiu apostando na velocidade do seu ataque. Enquanto o Corinthians se fechou na defesa e investiu nos contra-ataques. Antes do apito final, aos 39 minutos, Renato Augusto cruzou e Lucca, sem marcação, fez um belo gol de voleio. Dando números finais à partida.

Ficha Técnica

Atlético MG 0x3 Corinthians

Atlético MG:  Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Edcarlos, Douglas Santos; Leandro Donizete (Cárdenas), Rafael Carioca, Giovanni Augusto (Thiago Ribeiro) e Dátolo; Lucas Pratto e Luan.
Técnico: Levir Culpi.

Corinthians: Cássio; Edilson, Felipe, Gil e Guilherme Arana; Ralf, Rodriguinho (Cristian), Jadson e Renato Augusto; Vagner Love (Ángel Romero) e Malcom (Lucca).
Técnico: Tite

Gols: Malcom aos 22 minutos do 2º tempo, Vagner Love aos 29 minutos do 2º tempo e Lucca aos 39 minutos do 2º tempo (Corinthians)

Cartão amarelo:
Leandro Donizete (Atlético MG)

Árbitro:  Heber Roberto Lopes (SC).
Assistentes:  Kléber Lúcio Gil (SC) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO).
Quarto árbitro: Anderson Daronco (RS).

Local:
 Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG);
Data: Domingo (01), às 17 horas.

FPF

Comentários

Notícias relacionadas