Cedoc recebe a oficina “Pequenos Reparos em Livros ” promovida pelo SISEM-SP e POIESIS


Centro de Documentação Histórica, da Fundação Romi, recebe Marlene Laky, da Casa Guilher de Almeida, de São Paulo, para oficina de restauração.

O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) e a POIESIS – Casa Guilherme de Almeida, instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, promovem, no dia 07 de julho, no CEDOC, da Fundação Romi, a mini oficina “Pequenos Reparos em Livros”, com Marlene Laky.

Esta mini oficina oferece um panorama aos participantes para intervirem adequadamente para estabilizar danos em livros e outros documentos. Serão apresentadas a execução de pequenos reparos, tais como preenchimento de áreas, consolidação de rasgos, intervenção em lombadas danificadas, etc. Também obterão noções básicas sobre a utilização de papel japonês e sobre os tipos de cola usados nessas restaurações.

Informações e inscrições podem ser feitas diretamente através do e-mail sisem@sp.gov.br. A mini-oficina ocorrerá no auditório do CEDOC, na Fundação Romi, localizado à Av. Avenida João Ometto, 118 – Jardim Panambi, Santa Barbara d’Oeste-SP – 3499-1558.

Marlene Laky é jornalista pela PUC-Campinas e conservadora-restauradora formada pelo SENAI. Ministrou diversas oficinas sobre conservação de livros e em instituições como ECA-USP, Casa das Rosas e Casa Guillherme de Almeida, onde trabalha atualmente.

Centro de Documentação Histórica

O CEDOC é um espaço vivo de preservação da história, que atua na guarda, conservação e disponibilização do acervo da Fundação Romi e da Indústrias Romi – com destaque para o acervo do Romi-Isetta –, além de resgatar todo o passado histórico de Santa Bárbara d’Oeste e região. Além de um espaço expositivo vivaz e dinâmico, o Centro de Documentação Histórica recebe exposições e palestras, promove visitas monitoradas e técnicas, oficinas de capacitação e experimentação, educação patrimonial, pesquisa no acervo virtual e serviços de digitalização de imagem.

Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social e humano por meio da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 37 mil pessoas por ano por meio de seus quatro grandes eixos: o Centro de Documentação Histórica (CEDOC), o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil (CEDIN), o Núcleo de Educação Integrada (NEI) e a Estação Cultural (EC). Tendo como apoiadora as Indústrias Romi S.A., instituições governamentais, não governamentais e a inicia privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir números mais expressivos por meio de suas áreas de atuação, seus programas e seus projetos.

A Fundação Romi está localizada na Avenida Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1555.

Comentários

Notícias relacionadas