Bolsa Família: benefícios desatualizados serão cancelados a partir de agosto


Famílias beneficiadas devem atualizar cadastro

A Secretaria de Promoção Social de Santa Bárbara d´Oeste está convocando as famílias que constam do Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal e recebem benefícios como o Bolsa Família e outros programas de transferência de renda  para atualização cadastral. As famílias beneficiadas estão recebendo cartas do MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome), além de comunicado no extrato do Bolsa Família. No município aproximadamente 4 mil famílias recebem o benefício e 1.062 precisam atualizar o cadastro para evitar o cancelamento.

 

De acordo com a gestora do Programa Bolsa Família em Santa Bárbara d´Oeste, Ângela Galter, o benefício de transferência de renda oferece subsídio às famílias com filho(s). “O que se espera é que seja investido nos suprimentos necessários para que a alimentação seja garantida, a frequência na escola e a saúde, por meio de acompanhamento médico, vacinação, entre outros itens”, declarou. Ângela informou que a equipe está trabalhando na atualização dos beneficiários desde maio e muitas famílias mudaram-se da residência que consta no cadastro.

 

A atualização consiste na averiguação e revisão cadastral. Cerca de 700 famílias passam por averiguação cadastral por constar inconsistência de informações declaradas no município com outros da base nacional. Os casos mais comuns de inconsistência são de beneficiados que estão trabalhando, ou trabalharam por um período e não alteraram o cadastro. Algumas destas famílias estão sendo visitadas pela equipe do Bolsa Família (Cadastro Único – Promoção Social). Além disso, 330 famílias precisam participar da revisão cadastral, que é obrigatória a cada dois anos ou se houver alguma alteração na situação da família.

 

Os beneficiados do Bolsa Família devem levar ao Cadastro Único os documentos de todos os integrantes da família para atualização: RG, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho, certidão de casamento, certidão de nascimento, comprovante de endereço (água ou luz atual), último holerite, recibo de aposentadoria, pensão e seguro desemprego, recibo do último aluguel, certidão de óbito (se tiver falecido alguém da casa) e declaração escolar.

 

Prazos – No caso de averiguação cadastral, as famílias podem ter seus benefícios bloqueados a partir de junho e cancelados a partir de agosto. Já as famílias que não participarem da revisão cadastral obrigatória terão seus benefícios bloqueados a partir de novembro e cancelados a partir de janeiro de 2016.

 

Metas – O Bolsa Família tem meta a cumprir na atualização dos cadastros, por isso pede a colaboração de toda a população. Caso não sejam cumpridas, além das famílias terem seus benefícios cancelados, a Prefeitura também deixa de receber repasse de verba federal que é investida no atendimento público no município na área social, de saúde e educação.

 

Serviço – O Cadastro Único (Bolsa Família) está localizado na Avenida de Cillo, 650, sala 02, Centro Social Urbano, Jardim Belo Horizonte. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 8 às 15 horas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3455.2424.

Foto: Arquivo

Assessoria de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas