seg. jan 27th, 2020

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Avaliação de Densidade Larvária tem resultado satisfatório em Nova Odessa


Município obteve índice de 0,7 em levantamento que avalia níveis de infestação de larvas do Aedes aegypti e é fundamental para desenvolvimento de ações de combate

 

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa finalizou na última semana a Avaliação de Densidade Larvária, um levantamento preconizado pela Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), do Ministério da Saúde, e que tem por objetivo avaliar os níveis de infestação de larvas do Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre Chikungunya e zika vírus. Ao todo 606 casas foram visitadas para realização do estudo, que teve como resultado o índice de 0,7. O número é considerado satisfatório e o levantamento será utilizado para desenvolvimento de ações de combate às doenças.

 

A escolha do número e da localização dos imóveis visitados é definida por um sistema próprio da Sucen, com base em uma combinação de fatores. “Em Nova Odessa, para esta avaliação foi definido que deveríamos ter avaliação em 600 imóveis, escolhidos de forma aleatória, por amostragem”, explicou o diretor da Vigilância em Saúde, Manuel Messias. “Como existe a possibilidade de algumas residências estarem fechadas no momento da visita do agente, foram sorteadas 900 casas, que foram visitadas por nossas equipes”, continuou.

 

Segundo ele, dos 606 imóveis avaliados foram encontradas larvas do mosquito da dengue em quatro. Com estes números e outros fatores avaliados, o índice obtido pelo Município na Avaliação de Densidade Larvária foi de 0,7.

 

De acordo com parâmetros do Ministério da Saúde, quando o índice obtido é menor que 1,0, o resultado é considerado satisfatório; de 1,0 a 3,9, estado de alerta; e acima de 4,0, alto risco. Na avaliação realizada no ano passado, Nova Odessa também obteve resultado satisfatório.

 

Secretário de Saúde, Sérgio Molina afirmou que a Avaliação de Densidade Larvária é de extrema importância para que a Administração possa programar as ações de combate ao Aedes aegypti. “Com base nestes resultados vamos definir nossas estratégias para manter o mosquito da dengue bem longe”, afirmou.

 

Entre as ações realizadas pela Secretaria de Saúde de Nova Odessa estão as visitas dos agentes casa a casa e também os arrastões para retirada dos criadouros do mosquito. Nas próximas semanas terá início também mais uma edição do projeto “Dengue, nem vem que não tem”, que promove orientações sobre a doença junto aos alunos da rede pública de ensino.

 

 

COMBATE CONTÍNUO

A prevenção é uma das principais maneiras de se evitar a dengue, febre chikungunya e zika vírus. Além das ações da Prefeitura, com manutenção e limpeza das áreas públicas e retirada dos possíveis criadouros do Aedes aegypti das ruas, a população tem papel fundamental para que isso ocorra.

 

Para deixar o mosquito bem longe das casas e evitar sua proliferação, basta evitar o acúmulo de entulhos e materiais e não deixar água parada dentro de casa ou no local de trabalho. Dessa maneira, não há a formação de criadouros do mosquito transmissor das doenças.

 

Confira algumas dicas de prevenção:

* Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada.

* Não jogue lixo em terrenos baldios.

* Mantenha a caixa d’água sempre fechada com tampa adequada.

* Mantenha bem tampados tonéis e barris d’água.

* Jogue no lixo todo objeto que possa acumular água, como embalagens usadas, potes, latas, copos, garrafas vazias etc.

* Lave semanalmente por dentro com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água.

* Mantenha o saco de lixo bem fechado e fora do alcance de animais até o recolhimento pelo serviço de limpeza urbana.

* Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje.

* Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.

* Encha de areia, fure ou vire os pratinhos de plantas.

* Retire a água acumulada das lajes e calhas.

* Guarde pneus em lugares cobertos.

* Guarde garrafas e baldes sempre virados para baixo.

* Mantenha a tampa do vaso sanitário abaixada.

* Ao sair de casa, feche a tampa dos ralos internos ou cubra-os com tapetes ou objetos.

 

 

Comentários

Dennis Moraes