Artigo: Simples e Colaborativo – por Robson Paniago


Inovar é uma premissa de fundamental importância e para que isso ocorra necessário se faz criarmos ambientes aonde coletivamente às pessoas possam compartilhar conhecimentos, expertises e também confiar no ambiente criado.

Uma visão sistêmica sempre foi solicitada ao administrador moderno e suas competências devem ser solicitadas de maneira que saibamos trabalhar em equipe e compartilhar informações, aprendendo com o conhecimento dos outros para o envolvimento de todos.

Profissionais devem sabem trabalhar em colaboração e entender que o sistema de informação deve propiciar profissionais que saibam pensar de maneira técnica e, além disso, entendam de gestão e do lado social, incluindo ai um bom relacionamento e conhecimentos de inteligências e a melhor maneira de fazer com que as mesmas produzam com e voltados para a melhoria contínua.

Para que isso aconteça mister se faz que a qualidade seja um atributo essencial e também não esquecer que a mesma significa pessoas competentes, bem preparadas e que consigam cada vez mais melhores produtos, relações, trocas e aprimoramentos.

Estamos num sistema capitalista e o mesmo deve ser repensado para que possamos incluir mais pessoas no processo produtivo com habilidades distintas e fazer com que essas várias habilidades possam se juntar e cada agregar o que sabe ao todo.

Inovar deve ser acompanhado de pessoas criativas e que saibam pensar simples e conseguir surpreender aquilo que o consumidor deseja. Ele nem precisa saber como funciona o produto e /ou serviço desde que o mesmo seja aquilo que contemple uma necessidade que deve ser suprida.

Ser simples é trabalhar com pessoas de conhecimentos distintos e as mesmas necessitam de lideranças inspiradoras e transformadoras que deem espaço e condições para que todos possam dar o melhor de si trazendo nisso uma transformação da organização, das relações e também da maneira de produzir e distribuir essa produção.

Novas maneiras de enxergar o mundo significa que as organizações não podem e nem devem ser burocráticas e nem engessadas.

Enxergar além e de maneira inovativa significa sair da caixinha de zona de conforto e também saber ouvir e delegar funções.

O administrador deve pensar simples e ao mesmo tempo entender que a vida é complexa e que as relações não são lineares. Para isso deve inspirar e ser inspirado por pessoas que saibam realizar cópias aprimoradas, pois não precisamos reinventar a roda.

Copiar e aprimorar, copiar e melhorar é um exercício de benchmarking e os mesmos devem ser de produtos, serviços e mais do que isso de qualidade de pensamento.

Ser simples e colaborativo é o caminho ideal para grandes transformações na organização, nas pessoas, nos produtos e serviços e na melhoria contínua.

Robson Paniago é doutor em Ciências Empresariais pela Universidad Del Museo Social Argentino, mestre em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, especialista em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing – SP e Graduado em Administração pela Universidade São Marcos – SP. Atualmente é professor da IBE-FGV

Comentários

Notícias relacionadas