Americana: Trabalho de prevenção à dengue recebe reforço de agentes da Sucen


O trabalho de prevenção à dengue em Americana recebeu um reforço esta semana. De ontem (09) até o dia 20 de novembro, 33 agentes de saúde da Sucen (Superintendência para Controle de Endemia), de Campinas, estarão atuando na cidade. A vinda desses profissionais foi anunciada no dia 19 de outubro, quando a secretária de Saúde de Americana, doutora Mirella Povinelli, e a diretora técnica de serviços da Sucen, Renata Caporelle Mayo, se reuniram para discutir a questão.

Durante as duas semanas de trabalho, os agentes passarão de casa em casa verificando os quintais e fazendo a retirada de criadouros do mosquito aedes aegypti. Na eventualidade de haver casos suspeitos de dengue na área de trabalho, eles também realizarão o trabalho de bloqueio com controle, verificando se há mais pessoas com os sintomas da doença e orientando a procurar os serviços médicos.

A coordenação da dengue escolheu duas áreas de planejamento para que o pessoal da Sucen realize os trabalhos: a área seis e a área 10. A escolha deveu-se ao alto índice de casos positivos de dengue nesses locais no ano passado e também porque possuem um histórico de índice Breteau alto, ou seja, com grande densidade de larvas do mosquito transmissor da dengue.

A área de planejamento seis compreende os seguintes bairros: Jardim da Balsa, Jardim Bazanelli, Jardim da Paz, Mário Covas, São Roque, Parque da Liberdade, Parque Gramado, São Jerônimo, Jardim das Orquídeas, Jardim Dona Rosa, Jardim Novo Horizonte, Morada do Sol e Parque das Nações.

A área 10 é formada pelos bairros: Jardim Alvorada, Jardim das Flores, Jardim Jacyra, Jardim São José, Jardim Thelja, Parque Universitário, Vila Mathiensen, Cidade Jardim, Jardim Brasília, Jardim dos Lírios, Jardim Primavera, Jardim Terramérica, Parque Novo Mundo, Residencial Nilsen Ville e Vila Vitória.

 

Unidade de Imprensa: Pedro Roberto da Silva

Comentários

Notícias relacionadas