24horas Saúde 

Abdominoplastia reduz a dor nas costas e a incontinência

Os resultados demonstram que as abdominoplastias têm benefícios funcionais, assim como os cosméticos, particularmente na população pós-parto

Além de restaurar a forma pré-gestacional do abdome, a cirurgia de abdominoplastia com reparo muscular pode melhorar a dor nas costas e a incontinência urinária, após a gravidez, relata um estudo publicado na Plastic and Reconstructive Surgery, a revista médica oficial da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos.

 

Embora a abdominoplastia seja classificada como um procedimento cosmético, ela também melhora duas das queixas físicas mais comuns vivenciadas pelas mulheres após o trabalho de parto.

 

A abdominoplastia melhora sintomas comuns no pós-parto

 

O estudo incluiu 214 mulheres submetidas à abdominoplastia com reparo dos músculos abdominais em nove centros de cirurgia plástica da Austrália. Muitas mulheres procuram a cirurgia de abdominoplastia para restaurar a forma e a aparência do abdômen após a gravidez. A idade média das mulheres participantes do estudo foi de cerca de 42 anos, com uma média de 2,5 partos.

 

Antes e depois da cirurgia, as mulheres completaram questionários, classificando suas  dores nas costas e a incontinência urinária: dois problemas muito comuns após a gravidez. Nos questionários pré-operatórios, cerca de 51% das mulheres apresentavam dores nas costas, de moderada a grave, enquanto a incontinência urinária era uma “preocupação significativa” para 42,5%.

 

Em questionários de acompanhamento realizados, na sexta semana e seis meses após a cirurgia, os escores dos dois problemas mostraram melhora significativa. Aos seis meses, apenas 9% dos pacientes ainda tinham dores nas costas moderada. A incontinência urinária continuou sendo um problema significativo para menos de 2% das mulheres.

 

As pontuações para dor nas costas continuaram a melhorar de seis semanas a seis meses após a abdominoplastia, enquanto a incontinência urinária melhorou após seis semanas. As mulheres foram submetidas a vários tipos diferentes de cirurgia de abdominoplastia; as melhorias nas dores nas costas e na incontinência foram semelhantes, independentemente da técnica utilizada.

 

“As novas descobertas são consistentes com relatos de casos anteriores de melhora nas dores nas costas e na incontinência urinária após a abdominoplastia. Essas melhorias funcionais podem resultar da restauração da força e da estabilidade na região abdominal e pélvica, pois a operação incorpora o reparo da separação do músculo abdominal (diástase do reto) que pode ocorrer após a gravidez. Ao reduzir as dores nas costas e a incontinência, a abdominoplastia com reparo do reto leva a uma melhor qualidade de  vida para as mulheres após a gravidez”, afirma o cirurgião plástico Ruben Penteado, (CRM-SP 62.735), diretor do Centro de Medicina Integrada.

Comentários

Notícias relacionadas