Esportes RMC

Vôlei Renata supera lesões, engata boa sequência e ganha moral no Paulista

A vitória sobre São José dos Campos, no último final de semana, por 3 a 2, levou o Vôlei Renata ao terceiro lugar do Campeonato Paulista, com sete pontos e consolidou o bom início de temporada do time campineiro. Durante as últimas semanas, no entanto, a equipe teve que conviver com desfalques, se reconstruir dentro de quadra e encontrar caminhos alternativos para chegar ao terceiro resultado positivo consecutivo. O desempenho e a superação dão ainda mais moral para os comandados do técnico Horácio Dileo.

Desde o início do torneio, Dileo montou o Vôlei Renata em meio a problemas de lesões, revezando levantadores e tendo que encontrar soluções para jogar sem oposto. Com isto, o treinador campineiro mudou a composição tática da equipe e usou diversos jovens formados nas categorias de base para superar os desfalques.

“É uma sequência na qual saímos ainda mais fortalecidos. Foram três jogos contra adversários diretos (Atibaia, Itapetininga e São José) na busca pela classificação. Tínhamos que vencer. Todo mundo deu seu máximo para ajudar e acabamos recompensados. É claro que ainda temos que melhorar, mas é um começo que me agrada pelo comportamento que tivemos”, comentou o técnico Horacio Dileo.

Em duas das quatro rodadas do Paulista disputadas até agora, o Vôlei Renata não teve um oposto de ofício à disposição. Na partida contra Climed/Atibaia, Felipe Banderó foi vetado por conta de um problema no nariz, que o obrigou a passar por uma cirurgia, e Dani acabou escalado para começar o duelo. Durante a partida, o jovem torceu o pé na queda de um ataque. Mesmo assim, seguiu em quadra, jogou quatro sets e saiu como maior pontuador da partida com 18 acertos.

Diagnosticado com uma torção leve, Dani ficou uma semana no departamento médico em tratamento e foi desfalque contra Vôlei Um/Itapetininga. Recuperado, voltou a ser relacionado no último sábado, contra São José, e, mesmo longe do ritmo ideal, contribuiu vindo do banco de reservas. Banderó, por outro lado, ainda está no DM.

A comissão técnica do Vôlei Renata teve criatividade para resolver o problema de jogar sem oposto. A solução foi montar uma formação com três ponteiros contra Vôlei Um/Itapetininga e São José dos Campos. Normalmente, apenas dois jogam. Desta forma, Vaccari, Temponi e Renan se revezaram na linha de passe e no ataque pela saída de rede.

Além disso, durante os primeiros jogos da temporada, o Vôlei Renata ainda fez um revezamento de levantadores. De volta a Campinas, Demian González, recuperado de uma cirurgia no tendão de aquiles realizada na última temporada, quando estava na Argentina, ainda está em busca do ritmo ideal. Reserva imediato, Matheus estava se recuperando de uma fratura na mão e voltou a ficar à disposição apenas na última quarta-feira. Enquanto a dupla se aprimorava fisicamente, Paolinetti ganhou espaço e deu conta do recado.

“São coisas que podem acontecer em uma temporada, ainda mais jogando em alto nível. Infelizmente aconteceu tudo junto no momento que o time está se montando, amadurecendo, mas mostramos uma força mental gigante. Conseguimos sair juntos do problema e aos poucos vamos retomando as peças. Isso constrói uma casca que nos fazendo crescer muito como equipe”, comentou Dileo.

Apesar de tantos problemas, o Vôlei Renata teve uma série de reforços importantes para manter o planejamento e o alto nível nos jogos e treinamentos. O técnico Horácio Dileo e sua comissão não abriram mão de usar os jovens formados na base campineira para manter o ritmo e a alta intensidade durante os treinamentos.

“No esporte de alto rendimento, estamos sujeitos a encontrar dificuldades como estas, então temos que enaltecer a possibilidade de contar com esses jovens. Muitos deles ainda estão em formação, mas são capazes de ajudar. Num cenário ideal, seria ótimo ter todos à disposição, mas comissão técnica soube encontrar soluções para nos manter no caminho certo”, acrescentou o coordenador técnico, André Heller.

Com a força coletiva afiada, o Vôlei Renata se prepara para uma sequência de três jogos seguidos dentro de casa. O primeiro será contra o Sesi-SP, na próxima sexta-feira, às 19h30, no Ginásio do Taquaral, em Campinas.

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br