Vôlei Brasil Kirin luta até o fim, mas encerra participação na Superliga

Foto: Renato Araújo/Divulgação Sada Cruzeiro

O Vôlei Brasil Kirin encerrou sua participação na Superliga Masculina de forma honrosa. Na noite deste sábado (22), o time campineiro lutou, mas acabou superado pelo Sada/Cruzeiro, por 3 a 0 (25/12; 25/18; 26/24), no Ginásio do Riacho, em Contagem, no terceiro jogo da série semifinal.

Os comandados do técnico Horacio Dileo terminaram a primeira fase da Superliga com a quarta campanha, mantendo a luta pelas primeiras posições até as últimas rodadas. Nos playoffs, o Vôlei Brasil Kirin superou Montes Claros, em três jogos, antes de chegar à semifinal pela terceira vez nas últimas quatro temporadas.

“Fizemos um excelente campeonato. Não dá para tirar o mérito deles, fizemos um confronto equilibrado, mas pecamos em alguns momentos. Nossa equipe foi bem, por isto saímos de cabeça erguida”, comentou o oposto Rivaldo, capitão do time campineiro.

O JOGO – O Vôlei Brasil Kirin demorou para engrenar no primeiro set e, mesmo mostrando força na virada de bola no início da parcial, acabou superado pelos cruzeirense: 25 a 12. Os campineiros conseguiram melhorar na segunda parcial, rodando contra-ataques e parando o ataque adversário, com bloqueios de Maurício Souza e Rivaldo. Em passagem do central pelo serviço, o time de Campinas conseguiu diminuir a diferença. Os donos da casa, no entanto, conseguiram aumentar a vantagem: 25 a 18.

Os campineiros voltaram a mostrar sua força no terceiro set. Logo de cara, Maurício Souza e Vini fecharam a porta para o ataque cruzeirense e garantiram a vantagem do Vôlei Brasil Kirin no início (4 a 3). Com bom desempenho na virada de bola, especialmente com os ponteiros Diogo e Temponi, o time visitante seguiu comandando o placar durante boa parte da parcial. Os mandantes conseguiram se recuperar e chegaram abrir boa vantagem (24 a 20). Os comandados do técnico Horacio Dileo, no entanto, não estavam dispostos a desistirem tão facilmente e foram buscar a desvantagem, empatando o jogo em passagem de Rodriguinho pelo saque (24 a 24). Mesmo com a boa recuperação, os mineiros conseguiram fechar a parcial por 26 a 24 e o duelo por 3 a 0.

VÔLEI BRASIL KIRIN
Rodriguinho, Rivaldo, Diogo, Temponi, Vini, Maurício Souza e Tiago Brendle. Técnico – Horacio Dileo
Entraram: Jotinha, Matheus e Baiano

Comentários