Vôlei adaptado ganha destaque no Estado

Equipe masculina da Melhor Idade se sagrou campeã na final do JORI em Sertãozinho

 

A equipe de vôlei adaptado de Nova Odessa tem ganhado cada vez mais destaque no Estado. No último final de semana, o grupo sagrou-se campeão estadual no Jori (Jogos Regionais do Idoso), cuja etapa final foi disputada em Sertãozinho. Na terça-feira (10), o prefeito de Nova Odessa, Benjamim Bill Vieira de Souza, recebeu, junto da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andréa Souza, os membros da equipe. Junto dos atletas da natação, eles foram recepcionados com um café da manhã especial no Clube da Melhor Idade.

A delegação novaodessense na final estadual foi composta por 14 atletas: os nadadores Roque Ferreira Rodrigues (5º colocado) e Sebastião Guimarães dos Santos (vice-campeão), além dos 12 jogadores do vôlei: Antônio Carlos do Vale, Fernando Massaro, José do Egito Nunes, José Eugênio Pereira (Zezé), Lídio Porto Julião, Luiz Antônio Leme, Luiz Cordeiro da Silva, Manoel Rodrigues, Marcos Rogério da Silva, Osvaldo Teixeira, Raimundo Telles de Souza e Tibúrcio Vitor Evangelista.

A técnica Carine Piveta mais uma vez comandou os atletas campeões do vôlei adaptado, que disputaram a 21ª edição do JORI. O torneio é promovido pelo Governo do Estado, através do FUSSESP (Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo). A final ocorreu entre os dias 5 e 8 de outubro, com os melhores das oito regiões esportivas do Estado, totalizando mais de 14 mil atletas com 60 anos ou mais.

A equipe de vôlei adaptado contabiliza também o tricampeonato na ‘Copa Amigos do Esporte na Melhor Idade’, além do vice-campeonato no JORI 2016. “Vocês são campeões não apenas dentro de quadra, mas vencedores da vida”, ressalta o prefeito Bill. Ele recebeu os atletas junto do vereador Levi Tosta, ex-secretário municipal de Esportes, e da coordenadora do Clube, Cristiane Mareschi Barbosa.

A primeira-dama Andréa Souza destaca o trabalho em parceria do Clube da Melhor Idade com a Secretaria de Esportes. “A professora Carine Pivetta e toda a equipe do Esporte dão o suporte para esse trabalho ser desenvolvido”, ressalta. “É mais uma vitória na vida dessas pessoas, que são exemplos de determinação”, completa a presidente do Fundo Social de Solidariedade.

Comentários