24Horas Santa Bárbara d´Oeste Saúde Variedades

Vereador visita UBSs e volta a questiona Secretaria Municipal de Saúde a respeito da falta de medicamentos

Depois de visitar diferentes Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em busca de informações sobre a falta de medicamentos na rede pública municipal, o vereador Valdenor de Jesus Gonçalves Fonseca, o Jesus Vendedor (DEM), protocolou, hoje (26), um ofício destinado à secretária municipal de Saúde, Lucimeire Rocha, por meio do qual reitera esse pedido de informações. Na visita de ontem, apenas a UBS do Roberto Romano informou a falta da Amoxicilina Suspensão, antibiótico utilizado no tratamento de infecções. Nas outras unidades visitadas, nos bairros Linópolis, Vista Alegre, Jardim Europa, 31 de Março, Cruzeiro do Sul, assim como no Centro Médico de Especialidades, o parlamentar foi orientado a buscar informações junto à Secretaria de Saúde.

No ofício, o vereador pede relatórios referentes a medicamentos que são distribuídos via Estado e aqueles que são fornecidos gratuitamente à população pelo Município. Ele solicita que a Administração Municipal apresente a nota fiscal de entrada referente à compra dos medicamentos dos últimos cinco meses, assim como o nome de todos os medicamentos entregues no almoxarifado ou Central da Secretaria de Saúde e lista dos remédios distribuídos para as Unidades Básicas de Saúde nesse mesmo período. Jesus questiona ainda o nome do responsável pelo recebimento dos medicamentos, quais são recebidos pelo governo estadual e, desses, quais estão em falta, além da lista dos medicamentos distribuídos pelo Município.

Em junho, após ouvir reclamações de munícipes a respeito da falta de medicamentos em diferentes unidades, o vereador apresentou o Requerimento 766/2018, por meio do qual questionava a Administração Municipal a respeito do fornecimento de medicamentos distribuídos na Rede Pública de Saúde. Na época, recebeu como resposta que a lista dos medicamentos padronizados no município estão disponíveis no site da Secretaria Municipal de Saúde. Ainda na resposta, a Administração Municipal informou que os medicamentos distribuídos pelo componente especializado da Assistência Farmacêutica “Farmácia de Alto Custo”, cuja responsabilidade de aquisição é do Estado, eventualmente sofrem atrasos em sua entrega. A Prefeitura não informou, no entanto, quais são esses medicamentos e qual é o período que permanece sem esses medicamentos em estoque.

“Como eu não me contentei com as respostas da Administração Municipal ao meu requerimento, visitei pessoalmente as UBSs para falar com a população. Assim, pude constatar que diferentes munícipes sofrem com a falta de medicamentos, como dipirona e a amoxicilina”, afirmou Jesus. Ele ressaltou que, seja proveniente do Governo do Estado ou do Município, esse tipo de situação não pode ocorrer, pois muitos pacientes dependem desses remédios distribuídos pela rede pública e “não podem interromper seus tratamentos”.

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
http://sb24horas.com.br