Vacina da Febre Amarela: Baixa procura faz Vigilância mudar esquema para evitar perdas

Devido à baixa procura, a Vigilância Epidemiológica decidiu alterar a programação na oferta de vacina contra a febre amarela nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), isto para evitar o desperdício de doses, uma vez que aberto o frasco o tempo de validade do imunizante é de, no máximo, seis horas. Por isso, a partir de segunda-feira (14), as unidades que já realizam a aplicação, com exceção da UBS do Parque Gramado, manterão a vacina à disposição da população no horário das 9h às 15h. O esquema de controle continua sendo pela distribuição de até 50 senhas para cada unidade.

 

De acordo com a Unidade de Atenção à Saúde, houve situação em que uma unidade realizou apenas uma dose durante o período e, por não ter havido mais nenhum usuário a ser vacinado, foi preciso descartar o restante do produto contido no frasco. “A procura pela vacina está muito baixa e nós tivemos que readequar o horário para evitar o desperdício de doses”, explicou Leda Maria Ribeiro, subsecretária da unidade.

 

Agora a vacina será disponibilizada, sempre das 9h às 15h, nos seguintes dias e locais:

 

Dia da semana Segunda Terça  Quarta Quinta Sexta
UBS Jd. São Paulo São Domingos São Vito Jd. Ipiranga Jd. Brasil

 

Apenas a UBS do bairro Parque Gramado deixou de fazer parte do esquema de vacinação, já que historicamente a busca pela vacina neste local sempre foi menor que as demais unidades, conforme demonstrativo abaixo:

 

UBS Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho
São Vito 315 581 474 481 388 143
Jd. Ipiranga 77 92 69
Pq. Gramado 238 188 268 139 154 46
Jd. Brasil 369 350 506 250 190 65
São Domingos 209 332 373 259 142 98
Jd. São Paulo 1.546 528 496 461 310 142
Total de doses 2.677 1.979 2.117 1.667 1.276 563

 

O número elevado de doses aplicadas na UBS do Jardim São Paulo se deu por conta desta unidade ter permanecido inicialmente como único local de vacinação para a febre amarela, porém como aumentou muito a procura na época, a Vigilância descentralizou o serviço para as outras unidades; além disso, a UBS Jardim do São Paulo também já era a referência aos usuários para esta vacina, mesmo antes da ocorrência do surto em Minas Gerais, o que motivou a população na corrida em busca do imunizante. No demonstrativo não estão contabilizadas as doses aplicadas na farmácia central, em razão desse posto ter sido utilizado, temporariamente, como suporte à UBS do Jardim São Paulo, bem como as vacinas aplicadas antes do referido surto.

 

 

Unidade de Imprensa

Comentários